Coca-Cola European Partners prestes a adquirir australiana Amatil

O engarrafador independente de maior dimensão do mundo da bebida mais famosa do mundo está em conversações para adquirir a australiana Coca-Cola Amatil com o objetivo de expandir-se para a região Ásia-Pacífico.

As negociações entre as engarrafadoras europeia e australiana estarão já bastante avançadas e a operação poderá ser anunciada nos próximos dias, de acordo com notícia da “Bloomberg”, citada pelo jornal “Expansión”, que cita fontes próximas ao processo. Os detalhes deste acordo ainda estão a ser concluídos e as conversações poderão ainda conhecer novos desenvolvimentos, revela a “Bloomberg”.

Esclarece o “Expansión” que a Coca-Cola Amatil, com sede em North Sidney, tem um valor de mercado de, aproximadamente, 4.700 milhões de euros. A cotização das ações da companhia foram suspensas na passada sexta-feira, dia 23 de outubro, precisamente devido a rumores de conversações sobre esta “possível transação material”. Conta com 32 fábricas de produção na Austrália, Nova Zelândia, Fiji, Indonésia e Papua Nova Guiné.

Por outro lado, a Coca-Cola European Partners, com sede no Reino Unido, tem um valor de mercado a rondar os 14.930 milhões de euros. É o maior engarrafador do mundo devido às receitas obtidas pela famosa bebida e conta com 48 fábricas em países como Reino Unido, Alemanha e Espanha. A Coca-Cola European Partners foi criada a partir da fusão da Coca-Cola Enterprises, Coca-Cola Iberian Partners e da alemã Coca-Cola Erfrischungsgetranke, concretizada em 2015. O maior acionista é a Cobega, holding que aglomera os principais negócios da família Daurella.

Recomendadas

“Sobreviver a Pão e Água”. “Centenas” de membros do movimento dispostos a regressar à greve de fome se Governo não aprovar medidas exigidas

Movimento diz que Governo disse que iria apresentar em breve várias das medidas por si exigidas. Se até dia 11 de dezembro, não apresentar as restantes medidas ameaçam que com o regresso à greve de fome em frente ao Parlamento e por todo o país, com “mais de uma centena de pessoas”.

Sindicato denuncia que Ryanair se prepara para despedir 23 tripulantes no Porto enquanto abre processo de recrutamento

O SNPVAC denuncia que, ao mesmo tempo que a companhia aérea avança para o despedimento coletivo, já está a realizar cursos para novos tripulantes “violando grosseiramente o Código de Trabalho”, segundo o sindicato.

Costa adia anúncio de medidas de apoio para as rendas do comércio e da restauração

A 21 de novembro, o primeiro-ministro anunciou que as medidas de apoio para as rendas de lojas e restaurantes seria anunciada nos dias seguintes. Passados 15 dias, o Governo ainda não anunciou os apoios e adiou para a próxima semana.
Comentários