Coligação Basta aprovada pelo Constitucional. André Ventura vai ser cabeça de lista às europeias

Depois de duas tentativas, os juízes do Palácio Ratton aprovaram a candidatura da coligação liderada por André Ventura.

À terceira foi de vez. O Tribunal Constitucional aprovou esta sexta-feira, 12 de abril, a Coligação Basta, depois dos dois chumbos anteriores.

André Ventura vai ser assim o cabeça de lista pela Coligação Basta às eleições europeias que vão ter lugar a 26 de maio. Os dois nomes anteriores – Chega e Europa Chega – tinham sido chumbados pelo Constitucional.

A informação foi avançada pelo próprio André Ventura ao Jornal Económico.

A Coligação Basta é constituída pelos partidos Chega, Partido Popular Monárquico (PPM), Movimento Democracia 21, Democracia Cristã e o Partido Cidadania.

 

Recomendadas

Presidência do Conselho de Ministros e Inspeção-Geral de Finanças assinam acordo para colaboração entre entidades

Em comunicado a presidência do Conselho de Ministros sublinha que a assinatura do protocolo “visa estabelecer a colaboração e articulação entre as entidades no quadro da alteração do regime de fiscalização das fundações privadas e do novo regime de fiscalização”.

PCP diz que resultados da CDU são consequência de campanha anticomunista

O dirigente comunista João Oliveira considerou, esta segunda-feira, que os resultados eleitorais da CDU nas autárquicas são consequência de uma “prolongada e intensa campanha anticomunista” e da concentração da discussão em assuntos nacionais, em vez de locais.

Marcelo diz que “crises políticas nos próximos anos não fazem sentido” e critica atrasos no novo aeroporto de Lisboa

“Não pensava que se alongasse tanto. Esperava um prazo mais curto. Como em tudo na vida, o adiamento de decisões só as complica”, alertou o Presidente da República, um dia depois das eleições autárquicas.
Comentários