Premium“Coligação PSD-CDS é anti-natura”

A saúde está entre as prioridades do PS, na Madeira, a que se juntam a criação de emprego e a dinamização e diversificação da economia.

A bancada do PS Madeira na Assembleia Regional conta com uma nova liderança no combate político parlamentar. Miguel Iglésias, que se estreia como deputado, vai assumir a frente de batalha dos socialistas madeirenses. Em entrevista ao Económico Madeira assume a saúde como uma das prioridades e classifica o entendimento que assegurou a governação entre PSD e CDS-PP como “anti-natura”, e a atual orgânica do executivo como atabalhoada.

“É uma grande honra ter sido eleito deputado e uma dupla honra que é reforçada pela indigitação do PS como líder parlamentar. É um grande desafio que temos pela frente de tentar construir uma alternativa de governação”, diz Miguel Iglésias. Classifica a atual maioria, que assegurou a governação na região autónoma, como sendo “anti-natura”, e que nestas primeiras semanas de executivo madeirense se nota uma “completa falta de uma estratégia comum” de governação que se tem refletido em vários incidentes.

“Um dos exemplos é que temos praticamente a mesma composição de Governo, adicionando duas Secretarias e uma pequena distribuição de tutelas. Isto não faz qualquer sentido e ainda é mais reforçado quando o programa de governo vai demorar dois meses a ser apresentado. É um mau começo”, reforça.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 8 de novembro.

Relacionadas

PS-Madeira defende reforma do sistema político da Região

O PS desafia ainda os grupos parlamentares, os deputados e todas as organizações políticas e sociais da comunidade em geral “para uma reflexão em torno das propostas de alteração que apresentamos, de forma a atualizarmos os normativos jurídicos basilares do sistema autonómico”.

PS-Madeira questiona Governo Regional sobre atraso na conclusão do concurso para contratação de funcionários

“A postura do ‘devagar, devagarinho’ é inaceitável e vem demonstrar que, para este Governo, investir no melhor funcionamento das escolas colmatando a falta de recursos humanos não docentes não é uma prioridade”, afirmou Rui Caetano, acrescentando que espera que o Secretário Regional da Educação, na discussão do Programa de Governo, esclareça por que motivos todo o processo foi adiado e para quando a conclusão do concurso.
Recomendadas

PremiumTrump volta à melhor forma com crise racial a somar-se à de saúde

No limite, os confrontos por causa da morte de George Floyd vão fazer com que o presidente consiga provar aos norte-americanos que, como a resposta à pandemia, tudo não é mais que um ‘complot’ dos democratas

PremiumAntónio Costa Silva, o engenheiro da recuperação

Do petróleo e da poesia para o lugar de paraministro. O gestor que o primeiro-ministro chamou para desenhar o plano para recuperar a economia é um engenheiro de topo, mas enquanto poeta escreve sobre as palavras, os beijos e a beleza. O conhecimento profundo sobre temas abrangentes, aliado à modéstia e ao rico sentido de humor, resulta em elogios por parte de quem o conhece há anos. “Não há pessoa que não goste dele”, garantem.

PremiumMontepio Crédito defende CFEI para capitalizar empresas

Pedro Gouveia Alves realça que este instrumento de crédito fiscal já deu provas positivas em 2014. Autonomia financeira do setor ronda apenas os 20%.
Comentários