Combustíveis: Gasóleo e gasolina voltam a subir na próxima semana

Na semana passada o gasóleo desceu 0,5 cêntimos, acompanhado por uma subida de 1,5 cêntimos no preço da gasolina. Saiba onde encontrar os postos mais económicos do país.

A partir da próxima segunda-feira, o preço da gasolina vai aumentar 1,0 cêntimos, após a subida de 1,5 cêntimos da última semana, enquanto o preço do gasóleo vai subir 0,5 cêntimos, depois de ter descido 0,5cêntimos na semana anterior, refletindo as cotações médias dos combustíveis nos mercados internacionais de acordo com fontes do setor contactadas pelo Jornal Económico.

No mercado petrolífero a cotação do barril de Brent está a cair 1,46% para 61,38 dólares, enquanto a cotação do crude WTI está em queda de 1,54%, para 56,27 dólares por barril.

Saiba onde estão os postos com os combustíveis mais baratos:

Gasolina

Chicaro Ferreira do Alentejo Norte – 1.339 euros
Combustíveis CR – 1.358 euros
Intermarché de Vilar Formoso – 1.379 euros
Intermarché de Vila Real de Santo António – 1.379 euros
Rede Energia de Monte Gordo – 1.379 euros

Gasóleo

Intermarché de Vilar Formoso – 1.219 euros
Intermarché de Vila Real de Santo António – 1.229 euros
Rede Energia de Monte Gordo – 1.229 euros
PD de Porto de Mós – 1.246 euros
Intermarché de Porto de Mós  – 1.246 euros

Ler mais
Recomendadas

Estudo da GfK diz que ‘propensão para comprar em Portugal’ está abaixo da média europeia

Neste parâmetro, o consumidor que apresenta mais predisposição para comprar é o alemão, enquanto o consumidor espanhol é o que tem menos vontade de adquirir produtos/serviços.

Cuidado com os descontos na eletricidade e no gás, alerta o regulador

O regulador de energia aconselha os clientes a informarem-se antes de assinarem documentos que lhes dá um suposto desconto.

Sabe quanto pode custar, em média, um casamento?

Um casamento não tem necessariamente de ser algo caro, a menos que se prepare uma festa memorável, como costuma ser o caso. Por isso, fizemos as contas e damos-lhe uma ideia de quanto custa casar em Portugal.
Comentários