Combustíveis seguem direções opostas na próxima semana

O preço de referência da gasóleo vai descer a partir de segunda-feira. Já a gasolina vai ficar mais cara.

Os portugueses vão ter boas e más notícias na próxima semana. Depois de, na semana passada, o preço ter recuado na gasolina e gasóleo, a próxima segunda-feira promete trazer destinos diferentes aos dois produtos petrolíferos mais utilizados no mercado nacional, apurou o Económico.

“Esta semana, o valor médio das cotações do gasóleo nos mercados internacionais diminuiu ligeiramente face à média da semana anterior, enquanto que o da gasolina registou uma tendência contrária. Tendo em consideração estes movimentos é de esperar uma descida no preço de venda do diesel e uma subida no da gasolina’. Alterações que não deverão ultrapassar meio cêntimo por litro”, explicou ao Económico fonte do sector.

Os preços dos postos junto aos hipermercados, que ganharam muitos adeptos com a escalada dos combustíveis, também seguem as tendências de mercado. “A tendência da próxima semana será para uma ligeira subida na gasolina e ligeira descida no gasóleo”.

O preço de referência do litro de gasolina em Portugal é actualmente de 1,527 euros enquanto o do gasóleo vale 1,314 euros, segundo dados da Direcção-Geral de Energia e Geologia (DGEG). As cotações podem no entanto variar nos postos de abastecimento, já que o preço fixado na rede tem ainda em conta o nível de concorrência, da oferta e da procura em cada mercado e o nível de custos fixos de cada posto.

De acordo com o último relatório de Bruxelas, depois de impostos, o preço médio da gasolina 95 octanas praticado em Portugal é o sétimo mais caro em toda a UE. Já o gasóleo ocupa a 6ª posição entre os países do espaço comunitário. O relatório da Comissão Europeia também deixa claro que a grande fatia do preço cobrado por cada litro de combustível vai para os cofres do Estado.

Recomendadas

Covid-19: UE, Eurogrupo e BCE pedem respostas “engenhosas e construtivas” à crise

Os presidentes do Conselho Europeu, Eurogrupo, Comissão Europeia e Banco Central Europeu pediram hoje aos ministros das Finanças da zona euro para serem “engenhosos e construtivos” nas respostas à crise da covid-19, recordando os “instrumentos e instituições existentes”.

Jornal Económico adopta semana de trabalho de quatro dias para enfrentar crise causada pela pandemia

Decisão permite assegurar manutenção de todos os postos de trabalho e garantir a qualidade editorial do jornal enquanto durar a crise da Covid-19, que já terá levado a uma queda de cerca de 50% nas receitas publicitárias da imprensa.

Queijaria Vale da Estrela inicia vendas ‘online’

Com esta decisão, a queijaria detida por Jorge Coelho torna possível a encomenda com entrega diretamente em casa, abrangendo inicialmente apenas a região da Grande Lisboa e Porto, num período em que se vivem restrições de mobilidade em todo o País.
Comentários