Combustíveis vão disparar para máximos desde o Verão de 2015

Os preços dos combustíveis voltam a subir a partir de segunda-feira. É a quarta semana consecutiva de ganhos. Gasolina deverá superar os 1,50 euros por litro.

O custo de ambos os combustíveis nos postos de abastecimento nacionais vai ser revisto em alta na próxima semana. “A evolução das cotações em euros aponta para uma subida dos preços dos combustíveis – mais acentuada no gasóleo do que na gasolina – até dois cêntimos por litro”, adiantou fonte do setor ao Jornal Económico.

Os aumentos vão sentir-se tanto nas bombas das principais gasolineiras como nos postos dos hipermercados, onde “as subidas rondarão os 1,2 cêntimos por litro”, disse outra fonte ao Económico.

Segundo dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), o preço médio do litro de gasolina em Portugal está actualmente nos 1,492 euros. Com o aumento esperado para a próxima semana, este combustível passará a custar mais de 1,5 cêntimos a partir da próxima segunda-feira, 19 de dezembro. Será o nível mais elevado desde Agosto do ano passado.

No caso do gasóleo, que custa actualmente 1,258 euros, o aumento de dois cêntimos colocará o preço deste combustível no nível mais elevado desde Julho de 2015.

A contribuir para a subida dos preços está o aumento das cotações da gasolina e do gasóleo nos mercados internacionais, que acompanham o aumento do crude. A desvalorização do euro face à ‘nota verde’ agrava ainda a subida dos preços dos combustíveis para os consumidores europeus, dado que a matéria-prima é negociada em dólares.

De acordo com o último relatório de Bruxelas, depois de impostos, o preço médio da gasolina 95 octanas praticado em Portugal é o quinto mais caro em toda a UE. Já o gasóleo ocupa a 9ª posição entre os 28 países do espaço comunitário. Os mesmos dados mostram que a fiscalidade é o factor que mais pesa nos preços dos combustíveis em Portugal.

Os mais Económicos

Gasolina(s):

– Intermarché de Ovar – 1.323€

– Jumbo de Coina – 1.328€

– Socrabine – Coina – 1.328€

– Pingo Doce da Moita – 1.329€

– Pingo Doce de Sesimbra – Carrasqueira – 1.329€

Gasóleo(s):

– Rede energia – Canelas – 1.088€

– Intermarché de Ovar – 1.089€

– Pingo Doce de Torres Novas – 1.089€

– Pingo Doce de Tondela – 1.089€

– Pingo Doce de Vila Verde – 1.089€

Recomendadas

Confederações patronais pedem reunião ao primeiro-ministro

“Os desafios que o país enfrenta num contexto tão exigente como o atual implicam uma convergência efetiva de esforços e a concertação com o sector privado da economia, primeiro responsável pela criação de emprego, pela geração de riqueza e pelo investimento”, argumentam CAP, CCP, CIP, CTP e CPCI.

Livro Verde: “O teletrabalho não pode, em nenhum caso, ser de recurso obrigatório”, defende CCP

No seu parecer à versão em consulta pública do Livro Verde sobre o Futuro do Trabalho, que termina esta terça-feira, a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal defende que o teletrabalho deve ser objeto de negociação coletiva e a sua regulação deve ser ponderada e não basear-se na realidade resultante da pandemia.

Mulheres entre a população ativa que está mais fora da força de trabalho na União Europeia

O Eurostat contabilizou os cidadãos que em 2020 não estavam empregados nem desempregados, mas que também não têm disponibilidade para procurar emprego por se encontrarem a estudar, a serem cuidadores informais ou por razões de doença ou de invalidez.
Comentários