Comediante russo finge ser António Guterres e engana presidente da Polónia

No passado, os comediantes russos  Vladimir Kuznetsov e Alexei Stolyarov também já telefonaram a Emmanuel Macron, Boris Johnson e ao príncipe Harry. Os direitos LGBT foram um dos temas em questão na chamada.

Os serviços de segurança da Polónia revelaram que dois comediantes russos, que fingiam ser o secretário-geral da ONU, António Guterres, telefonaram ao presidente Andrzej Duda, avançou o portal The First News, que pertence à agência noticiosa polaca PAP.

A autenticidade da gravação foi confirmada pelo chefe de imprensa do Gabinete do Presidente, Marcin Kedryna. Os comediantes russos  Vladimir Kuznetsov e Alexei Stolyarov, publicaram, no Youtube, a gravação do telefonema de 11 minutos, na terça-feira, 14 de julho, um dia após Andrzej Duda ter sido reeleito presidente da Polónia.

Na gravação, Vladimir Kuznetsov finge ser o secretário-geral da ONU a telefonar para dar os parabéns a Andrzej Duda pela reeleição. O comediante russo fez várias perguntas a Duda para tentar obter opiniões controversas do presidente, mas com pouco sucesso. As questões polémicas incluem monumentos do Exército Vermelho da Polónia, disputas históricas, direitos LGBT e até uma sugestão de anexar a Polónia à cidade de Lviv, na Ucrânia.

Andrzej Duda reforçou “a boa relação da Polónia com a Ucrânia”, mas apontou que “os ucranianos podem ser a fonte de coronavírus na Polónia”.

Entre os tópicos discutidos constaram ainda, Donald Tusk, ex-presidente do Conselho Europeu e ex-primeiro-ministro polonês, um crítico das ideia defendidas por Andrzej Duda. Durante o telefonema, Vladimir Kuznetsov chegou ainda a sugerir que o principal rival de Duda nas eleições presidenciais, Rafal Trzaskowski, garantiu a Guterres que fora ele quem vencera a votação e como tal tinha pedido ao secretário-geral da ONU que lhe desse os parabéns por isso.

O presidente polaco não foi a primeira “vítima” da dupla de comediantes, que já telefonou a Emmanuel Macron, Boris Johnson, aos senadores norte-americanos John McCain e Lindsey Graham, Elton John, ao príncipe Harry, o chefe da Otan Jens Stoltenberg e ao ex-presidente ucraniano Petro Poroshenko. .

 

Ler mais
Relacionadas

Andrzej Duda mantém presidência da Polónia em eleição renhida

A Comissão Nacional Eleitoral revelou que Andrzej Duda foi reeleito presidente com 51,2% dos votos, a vitória menos expressiva na Polónia desde 1989.

Presidente polaco é o mais votado mas não evita segunda volta eleitoral, segundo sondagem

A confirmar-se o resultado, a segunda volta vai ter lugar no dia 12 de julho. A comissão eleitoral da Polónia já referiu que os resultados definitivos da eleição de hoje serão publicados até ao serão de quarta-feira.
Recomendadas

França pede à UE que sancione os EUA por causa de disputa comercial que envolve Airbus

“Uma coisa deve ficar muito clara para todos. Se as sanções dos EUA forem mantidas e não chegarmos a um acordo global entre os Estados Unidos e a UE, o que queremos e solicitamos novamente à UE é que se deve preparar para responder com sanções também “, disse um governante francês.

Kamala Harris estreia-se em campanha: “Temos um presidente que se preocupa mais consigo do que com as pessoas”

Além das criticas a Donald Trump, Kamala Harris destacou que Joe Biden é “a única pessoa que serviu ao lado do primeiro presidente negro, e escolheu a primeira mulher negra como sua companheira”

Estados Unidos querem assinar acordo com a Eslovénia para excluir Huawei do desenvolvimento do 5G

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Eslovénia anunciou que o ministro Anze Logar vai assinar uma declaração conjunta com o secretário de Estado norte-americano “sobre a segurança da rede 5G”.
Comentários