Comunidade estrangeira na Madeira aumenta 10%, Venezuela cresce 38%

O Funchal concentra 59,2% da comunidade estrangeira residente na Madeira. O Reino Unido, Alemanha, e Brasil registaram aumentos nesta área.

A Madeira apresentou um aumento na comunidade estrangeira residente na Região de 10% em 2017. A Venezuela foi importante para esse crescimento ao disparar 38%, diz a Direcção Regional de Estatística (DREM).

A população estrangeira que reside na Madeira está fixada em 6.720, em 2017, o que representa uma subida de 10% face ao período homólogo.

A Venezuela é a comunidade com a maior representação com 14,4%, seguido pelo Reino Unido (14,2%), Brasil (12,1%), e Alemanha (7,0%).

Em 2017 a comunidade da Venezuela passou de 703 para os 970, o que representa um aumento de 38%. É de assinalar ainda a subidas das comunidades do Reino Unido, Alemanha, e Brasil.

O Funchal concentra 59,2% da comunidades estrangeira residente na Madeira, Santa Cruz (13,8%) e Calheta (7,3%).

Recomendadas

Taxa do crédito habitação sobe na Madeira para os 1,004%

O montante em dívida desceu para os 58 mil 247 euros no crédito à habitação mas a prestação média e a amortização subiram na Madeira.

JPP entrega em tribunal intimação contra Município do Funchal sobre Frente Mar

O JPP espera por documentos relativos à empresa pública Frente Mar Funchal, que acredita só chegarem agora por ordem do Tribunal.

Governo da Madeira cria linha de crédito até cinco milhões de euros para escolas profissionais

A linha de crédito vai ser para adiantar os fundos comunitários do Fundo Social Europeu fazendo com que as escolas profissionais equilibrem a sua tesouraria.
Comentários