Conheça algumas dicas para quem vai aproveitar o Natal para ir de férias

Se está a pensar reservar o alojamento pela internet, verifique primeiramente se o site em questão é seguro e de confiança. Analise os comentários e sugestões de outros consumidores para não correr riscos e se precaver face a alguma situação desagradável.

Fotografia: Jetcost

As férias de Natal aproximam-se e muitos consumidores aproveitam para tirar férias e viajar, inclusivamente para fora do país. Para que estas férias sejam memoráveis, a DECO alerta os consumidores para as seguintes situações:

Fez a reserva do alojamento por telefone e/ou e-mail?

Então, não se esqueça de levar consigo um documento comprovativo em como reservou o alojamento pretendido.

Se está a pensar reservar o alojamento pela internet, verifique primeiramente se o site em questão é seguro e de confiança. Analise os comentários e sugestões de outros consumidores para não correr riscos e se precaver face a alguma situação desagradável.

Para que não lhe seja atribuído um quarto com características diferentes às do que reservou, solicite no momento da reserva um comprovativo e exija que esteja detalhado e confirmado todos os pormenores que deseja encontrar na sua estadia.

Imagine que, ao chegar ao alojamento, o informam que tem a lotação completa, sabe o que fazer? O responsável pelo alojamento reservado deve ajudá-lo a encontrar uma outra estadia semelhante e é obrigado a suportar as despesas consequentes dessa mudança.

E se, por algum motivo, for obrigado a desistir do alojamento com 10 horas de antecedência, conhece os seus direitos e deveres? Alguns hotéis cobram o valor de uma noite, mas o consumidor deve reclamar e exigir o reembolso ao estabelecimento, pois não podem proceder ao débito dessa operação sem a assinatura do cliente.

Tenha atenção ao preçário de determinados serviços ocorridos no hotel, como por exemplo a cobrança de valores elevados pelo consumo de snacks e bebidas no frigobar do quarto. Para que não seja surpreendido com os valores atribuídos, consulte-os antes de os consumir. Os preços devem estar afixados de forma visível ao cliente, tanto nos quartos, como na receção.

Caso não fique satisfeito com o serviço prestado, faça o registo do seu desagrado no Livro de reclamações ou entre em contacto com a DECO.

Procure-nos em: DECO MADEIRA está à sua espera na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt

Ler mais
Recomendadas

Deco defende mudanças no acesso à tarifa social após fim da suspensão dos cortes

A associação de defesa do consumidor Deco emitiu hoje um alerta a lembrar que o regime que impede a suspensão dos serviços essenciais termina no final deste mês e a defender mudanças no acesso às tarifas sociais.

Direitos excecionais e temporários relativamente a serviços essenciais acabam a 30 de setembro

Para todas as faturas que estejam em atraso desde 13 de março, o consumidor poderá solicitar um plano de pagamentos em prestações mensais, sem juros, o qual pode iniciar-se apenas no mês de novembro.

Proibição de corte do fornecimento de energia termina no dia 30, diz ERSE

A ERSE alerta os consumidores que se encontrem numa destas situações, e tenham faturas com pagamento em atraso, que “devem contactar o fornecedor de eletricidade e gás natural no sentido de solicitarem um plano de pagamento em prestações.
Comentários