Conheça o cenário económico projetado para a Madeira em 2021

Em 2021, a Madeira deve ver o PIB a crescer 5,7%. As exportações podem sofrer um disparo de 31%, depois da quebra de 70,3% do ano anterior, enquanto que as importações devem crescer 7,1% depois da descida de 23%. O rendimento disponível bruto deve subir 1,9%.

As previsões do Governo da Madeira apontam para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 5,7%, depois de uma quebra de 19,4% em 2020, indica a proposta de Decreto Legislativa Regional, do executivo madeirense, discutida na Assembleia Legislativa da Madeira, relativa ao quadro plurianual de programação orçamental 2021-2025. As perspetivas do Governo Regional levam em conta dados do Instituto Nacional de Estatística, Direção Regional de Estatística (DREM), e Fundo Monetário Internacional (FMI).

No que diz respeito ao PIB nominal a projeção é de um crescimento de 6,4%, atingindo os 4,2 mil milhões de euros. Em 2020 a quebra foi de 20,1% para os 3,9 mil milhões de euros.

O executivo madeirense espera que o consumo privado tenha um crescimento de 3,5%, em 2021, quando em 2020 caiu 5,2. Já o consumo público deve crescer 0,5% depois de um crescimento de 4,6% em 2020.

Exportações devem disparar mas não compensam perdas da pandemia

No que diz respeito a exportações e importações os sinais são positivos. Tudo aponta para uma melhoria destes indicadores, mas os ganhos não devem ser suficientes para compensar as perdas geradas pela pandemia, que levaram à imposição de várias medidas restritivas de modo a diminuir o risco de infeção por Covid-19.

A Madeira espera que as exportações tenham um crescimento de 31% depois da quebra de 70,3% no passado, enquanto que as importações devem registar uma subida de 7,1% depois de uma descida de 23%.

O executivo madeirense espera que a procura interna suba 4,5%, depois de uma quebra de 4,3% no ano passado, enquanto que as exportações líquidas devem crescer 1,2%, um contraste com a descida de 15,1% do ano anterior.

Desemprego deve continuar a subir

O executivo madeirense tem uma projeção para uma taxa de desemprego de 9,3%, depois de no anterior ter ficado em 7,9%. É esperada ainda uma quebra de 1% no emprego, depois da quebra de 3,7% em 2020.

Já no rendimento disponível bruto deve existir uma subida de 1,9%, face à quebra de 4,7% registada no ano anterior.

Madeira projeta crescimento do preço do petróleo

O executivo madeirense espera que o preço do petróleo sofra uma subida de 12%, em 2021, depois de no ano anterior se ter verificado uma descida de 32,1%.

A procura externa relevante para bens e serviços deve subir 9,4% e 10%, depois das quebras de 15,1% e 30%.

O preço das manufaturas deve quebrar 2,1% depois da quebra de 8,8%, enquanto que o preço das matérias primas não energéticas deve subir 5,1% depois da subida de 5,6% do ano anterior.

 

Recomendadas

Funchal: coligação PSD/CDS-PP promete obras de requalificação e melhoria do trânsito no Imaculado Coração de Maria

O candidato da coligação PSD/CDS-PP quer criar uma rotunda à frente do D. João, de modo a resolver “um persistente problema de distribuição” do tráfego automóvel, prometeu melhorar as acessibilidades pedonais, avançar com a coberta do espaço desportivo, criar um parque para as crianças, e uma zona onde se possa circular com os animais.

Funchal: Coligação Confiança assume causa animal como “aposta estrutural”

O atual presidente da autarquia do Funchal destacou algumas das medidas que foram tomadas pelo executivo, relativas à causa animal, onde incluiu a proibição da utilização de animais no circo, a proibição da eutanásia a animais, as campanhas de esterilização de animais errantes e pertencentes a famílias com carências socioeconómicas, e a criação do ‘dog park’.

Companhia aérea vai ligar Madeira à Ucrânia com dois voos por semana (com áudio)

Serão voos diretos de Kiev duas vezes por semana (sábados e terças-feiras), entre 24 de julho e 20 de outubro.
Comentários