Conselho de administração do BCP aprova fusão do BII

As administrações de ambos os bancos aprovaram a integração do BII no BCP. O Banco de Investimento Imobiliário foi criado em 1993 no âmbito de uma parceria do BCP com o italiano Banca Intesa, e está sem atividade há vários anos.

Na sequência do comunicado em 19 de junho de 2019, onde o BCP anunciou que estava avaliar uma possível fusão com a subsidiária Banco de Investimento Imobiliário (BII), e que previa que se realizasse até ao final deste ano, o banco liderado por Miguel Maya, acaba de anunciar que essa fusão foi aprovada pela administração.

“O Banco Comercial Português, informa que o seu Conselho de Administração e o Conselho de Administração do Banco de Investimento Imobiliário aprovaram hoje o projeto de fusão do Banco de Investimento Imobiliário, uma subsidiária detida a 100%, por incorporação”, diz o BCP em comunicado.

O objetivo do BCP, que desde 2005 detém o BII a 100%, é incorporar a instituição subsidiária, que se dedicava ao crédito hipotecário, por via de uma fusão – que consequentemente levará à sua extinção.

O Banco de Investimento Imobiliário foi criado em 1993 no âmbito de uma parceria do BCP com o italiano Banca Intesa, e está sem atividade há vários anos.

A atividade do banco, segundo indica o seu último relatório e contas disponível, relativo a 2017, consiste “na gestão da carteira de crédito à habitação e à promoção imobiliária constituída até finais do ano de 2006”. Todos os novos clientes passam agora para o BCP.

Em devido tempo, o Banco Comercial Português, informará sobre a conclusão deste processo, lê-se no comunicado.

Ler mais
Recomendadas

Sindicato dos bancários do norte acusa BCP de violar a Constituição e Código do Trabalho durante a negociação salarial

O Sincato dos Bancários do Norte vai solicitar a intervenção da Autoridade para as condições de Trabalho e a outros organismos para analisarem a atuação do banco no processo de negociação com vista à atualização de salários para 2018.

BCP prepara emissão de dívida. Operação pode avançar “em breve”

O banco liderado por Miguel Maya avança que a operação poderá avançar no curto prazo “dependendo das condições de mercado”.

Montepio Crédito prepara emissão de 200 milhões de títulos ABS Car Loan

Esta é uma forma de obter liquidez alternativa à formas tradicionais de financiamento através da casa-mãe, que neste caso é o Banco Montepio. Pedro Alves está no Salão Automóvel de Frankfurt onde o carro eléctrico, o aproveitamento da Internet das Coisas e a introdução da rede móvel 5G são algumas das novidades do certame.
Comentários