Consórcio europeu procura programadores e startups de blockchain

O BlockStart junta a sociedade Bright Pixel, a plataforma F6S e a consultora CIVITTA e tem cerca de 800 mil euros para apoiar 60 empreendedores e 60 PME.

O consórcio europeu BlockStart, liderado pela sociedade portuguesa Bright Pixel, está a receber candidaturas de projetos que desenvolvam soluções baseadas em tecnologia blockchain aplicada ao retalho, fintech e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

Os programadores e empreendedores interessados podem inscrever-se até ao próximo dia 10 de fevereiro (para a primeira chamada). Os 20 selecionados farão uma apresentação durante o evento o Pixels Camp (entre os dias 26 a 28 de março) e receberão até 20 mil euros em financiamento, equity free, mentoria e a possibilidade de fazer pilotos comerciais.

Depois, o BlockStart – que junta a sociedade Bright Pixel, a plataforma F6S e a consultora CIVITTA – fará mais calls (ao longo dos próximos dois anos), com o intuito de encaminhar esta tecnologia às pequenas e médias empresas (PME) europeias e apoiar os inovadores na área a verem o seu produto validado.

O BlockStart é financiado pela Comissão Europeia e tem cerca de 800 mil euros para apoiar 60 empreendedores e 60 PME, além de promover – junto de Bruxelas – as boas práticas de utilização desta tecnologia através de workshops, conferências e relatórios e troca de experiências entre associações, clusters, incubadoras, entre outros.

“Este projeto europeu é bastante ambicioso, pelas várias frentes que pretende abordar. Arrancamos agora com uma call para encontrar as soluções mais inovadoras para depois começarmos à procura das PME que as irão implementar e validar. Acreditamos que este modelo de validação do mercado irá permitir a muitos projetos crescerem e melhorarem mais rapidamente, promovendo, por consequência, uma mais rápida adoção da tecnologia blockchain pelas empresas”, afirma Celso Martinho, cofundador e CEO da Bright Pixel.

Durante a Web Summit 2019, a startup italiana FlowPay, que desenvolve um sistema de faturação inteligente para ajudar as empresas na gestão automática do seu fluxo de caixa e nos seus pagamentos, foi pré-selecionada para esta primeira chamada.

Ler mais
Recomendadas

Coalition compra startup que foi fundada por portugueses e ajudou a encontrar erro da Microsoft

A nova proprietária da BinaryEdge já está a utilizar a tecnologia de ‘rastreio’ na Internet da para monitorizar de forma contínua as mais de 10 mil organizações que a escolheram a Coalition como companhia de seguros online.

Governo da Madeira vai conceder apoio a empresas inovadoras na economia verde e azul

A secretária regional da inclusão Social e Cidadania disse que uma das prioridades é a promoção de políticas de emprego pró-ativas que diminuem o risco de pobreza e conduzam à coesão social.

Empreendedores australianos são quem mais teme que alterações climáticas prejudiquem as suas empresas

Os incêndios florestais que devastam parte da Austrália já representam uma fatura próxima dos 630 milhões de euros para o setor segurador. Preocupação pelas alterações climáticas é 48% mais elevada que a média global.
Comentários