Consumidores entregaram 12 milhões de garrafas de plástico e geraram 510 mil euros

Os consumidores portugueses atribuíram dez mil euros a instituições de apoio social selecionadas nas máquinas, optando por não gozar do desconto oferecido nos supermercados.

O Governo recolheu um total de 12 milhões de garrafas de plástico desde março do ano passado, data em que se iniciou o projeto-piloto de recolha de embalagens de bebidas em plástico em máquinas automáticas em várias superfícies comerciais.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente, responsável pela iniciativa, aponta que 66% das embalagens depositadas pelos consumidores portugueses tinham uma capacidade superior a 0,5 litros, que ofereciam um talão de 0,05 euros.

O Ministério indica que foram emitidos talões que totalizaram 510 mil euros, entre descontos de 0,02 e 0,05 euros por cada garrafa depositada. Os consumidores portugueses atribuíram dez mil euros a instituições de apoio social selecionadas nas máquinas, optando por não gozar do desconto oferecido nos supermercados.

A tutela indica que “esta quantidade de embalagens possibilitou a reciclagem de cerca de 350 toneladas de PET, incorporado em novas garrafas de bebidas, promovendo a circularidade de materiais”. O projeto-piloto que teve início a 13 de março de 2020 recolheu uma média de 39 mil embalagens por dia.

As 23 máquinas automáticas instaladas nas grandes superfícies comerciais em Portugal continental entram esta segunda-feira, 22 de fevereiro, e até dia 15 de setembro numa nova fase “dedicada exclusivamente a donativos a 23 instituições de apoio social, previamente selecionadas online pelos consumidores”.

Este projeto-piloto em Portugal, mas já implementado em vários países europeus, é financiado a 100% pelo Fundo Ambiental no montante de 1,655 milhões de euros e “permite a aquisição de experiência para a definição e operacionalização do futuro sistema de depósito de embalagens de bebidas em plástico, vidro, metais ferrosos e alumínio”.

Até ao passado dia 30 de junho de 2020, volvidos três meses da implementação do projeto-piloto, tinham sido recolhidas 1.051.871 garrafas de plástico, totalizando 28 toneladas de plástico PET. Este foi um valor que aumentou consideravelmente em oito meses, visto que no início do projeto o país se encontrava em confinamento geral por causa da pandemia.

Plástico, latas e vidro. Nas novas máquinas de recolha automática é (quase) tudo aceite em prol do ambiente

Ler mais
Relacionadas

Mais de um milhão de garrafas recolhidas em projeto de reciclagem que dá descontos

Financiado pelo Fundo Ambiental, o projeto contempla o pagamento de dois cêntimos por uma garrafa das mais pequenas (até meio litro) e de cinco cêntimos pelas maiores (até dois litros), tendo até agora sido pagos em vales cerca de 44 mil euros, disse a secretária de Estado.

Plástico, latas e vidro. Nas novas máquinas de recolha automática é (quase) tudo aceite em prol do ambiente

Projeto Bebidas + Circulares é semelhante ao projeto-piloto apresentado pelo Governo em março, no qual a recolha funciona da mesma forma: garrafas até meio litro recebem 0,02 euros e garrafas até dois litros recebem 0,05 euros. A maior diferença entre estes dois projetos é que o Bebidas + Circulares permite a recolha de latas e garrafas de vidro.

Projeto-piloto para devolução de embalagens de plástico apresenta primeiros resultados

A secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa, participa nesta sessão de apresentação dos primeiros resultados do projeto-piloto de máquinas para a devolução de garrafas de bebidas em plástico.

Máquinas da Novo Verde recolheram mais de 500 mil garrafas PET e deram aos consumidores 20 mil euros em troca

Aos consumidores que aderiram ao projeto piloto da Novo Verde e que depositaram as suas garrafas PET, foram entregues vales de desconto no valor total de cerca de 20 mil euros.

“Futuro do planeta não é reciclável”. EGF quer incentivar reciclagem

De forma a melhorar a reciclagem, o presidente do Conselho de Administração revelou que a EGF vai realizar um investimento de 200 milhões de euros ao longo do atual triénio, acrescidos aos 80 milhões investidos entre 2016 e 2018.

Recolha de garrafas de plástico em máquinas automáticas dá talões de desconto entre 2 e 5 cêntimos por garrafa

Sexta feira, 13 de março, foi o dia de arranque do projeto piloto de recolha de garrafas de plástico não reutilizáveis nos 23 locais dispersos pelo território em que foram instaladas as máquinas automáticas que procedem à recolha e atribuem valores em talões de desconto, consoante a capacidade das garrafas.
Recomendadas

Ações da EDPR abrem a cair 10% para 16,88 euros após aumento de capital a 17 euros

A EDPR conclui esta manhã o aumento de capital de 1.525 milhões de euros, com o preço das ações na operação a beneficiarem de um desconto de 9,3% face ao fecho de quinta-feira. As ações da ‘casa mãe’ EDP, que reduziu a participação na subsidiária de 82,6% para 75,1%, caem 2,03%.

Amnistia Internacional alerta para “graves ameaças” a floresta protegida no Camboja

Em comunicado, a Amnistia Internacional (AI) indicou que a extração ilegal de madeira, a principal causa da desflorestação em Prey Lang, “continua a um ritmo acelerado”, citando dados de monitorização remota analisados pelo organização.

Solidariedade energética

Importa perceber que, à medida que cada vez mais portugueses vão ser produtores nas suas casas e nas suas empresas, o custo das redes será maioritariamente assegurado por quem as utiliza. Os mais vulneráveis não podem ficar para trás.
Comentários