Contagem de espingardas para o OE 2022. PCP e PAN anunciam hoje o seu sentido de voto (com áudio)

Até ao momento, já anunciaram o chumbo, o PSD, CDS-PP, Chega, IL e Bloco de Esquerda, num total de 105 votos. A favor, o PS com 108 votos.

O Governo começa hoje a fazer a contagem de espingardas para a votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2022. O PCP e o PAN anunciam hoje o seu sentido de voto, num total de 14 votos.

Além destes dois partidos, falta conhecer também o sentido de voto de Os Verdes e da deputada Joacine Katar Moreira, num total de três votos. Falta assim ainda conhecer 16 votos.

O PAN divulga às 10h00 desta segunda-feira, 25 de outubro, o seu sentido de voto. Pelas 12h00, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, vau anunciar as conclusões da reunião do Comité Central.

No domingo, o Presidente da República voltou a deixar novo aviso aos partidos: o país vai a eleições antecipadas se o Orçamento do Estado não for aprovado.

“Tenho dito dia após dia o mesmo e vou repetir hoje, primeiro continuo a acreditar que o Orçamento vai passar. Não só porque é desejável, mas porque é aquilo que eu espero olhando para a alternativa. A alternativa é a dissolução. No momento em que o OE2022 não passasse passava-se imediatamente ao processo de preparação de dissolução”, disse Marcelo Rebelo de Sousa no domingo, citado pela Lusa.

Estas declarações foram feitas depois de o Bloco de Esquerda anunciar que irá votar contra a proposta do OE se o Governo não fizer alterações.

“Se o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços o Bloco de Esquerda responderá pela sua gente, pelo povo que trabalha, pelo SNS que nos orgulha e votará contra o Orçamento do Estado para 2022. Não temos muito tempo, mas ainda há tempo”, disse Catarina Martins no domingo, deixando a porta aberta para novas negociações que podem permitir a aprovação do OE pelo seu partido.

Esta manhã, a deputada não inscrita Cristina Rodrigues anunciou que se vai abster na votação na generalidade do Orçamento do Estado para 2022, considerando ser esse “o voto responsável” e aguardando acolhimento de novas propostas na especialidade, revelou a Lusa.

Esta terça e quarta-feira, vai ter lugar no Parlamento o debate e votação da proposta do OE 2022 na generalidade.

O Parlamento é composto pelos seguintes partidos: PS (108 deputados), PSD (79), BE (19), PCP (10), CDS-PP (5), PAN (4), PEV (2), Chega (1), IL (1), Joacine Katar Moreira (1) e Cristina Rodrigues (1).

Recomendadas

PremiumSiza Vieira apela a fusão de candidaturas a apoio do PRR para empresas

Vontade de evitar sobreposições será critério para definir quantos dos 64 consórcios pré-qualificados às Agendas Mobilizadoras e Agendas Verdes para a Inovação Empresarial assinarão contratos em 2022.

PremiumInflação na zona euro em máximos de 30 anos

A nova variante do vírus da Covid-19 já começou a condicionar a economia europeia e poderá contribuir para uma inflação ainda mais persistente.

Teresa Ponce de Leão: “Necessitamos de mais investimento em postos de abastecimento [elétricos]”

Em entrevista ao Jornal Económico, presidente da APVE – Associação Portuguesa do Veículo Elétrico e do Laboratório Nacional de Energia e Geologia considera que os desafios passam, em primeiro lugar, por garantir que existe energia de fontes renováveis e que esta consegue chegar aos consumidores.
Comentários