Coronavírus continua a pesar em Wall Street

O S&P 500 e o Nasdaq iniciaram a sessão a valorizar ligeiramente, impulsionados pelos resultados acima do esperado da Nvidia. No entanto, os investidores continuam receosos sobre o impacto do coronavírus, moderando os ganhos.

Os três principais índices norte-americanos abriram a última sessão da semana a negociar em terreno positivo, com o coronavírus a conter as subidas registadas devido aos resultados da Nvidia.

O industrial Dow Jones ganhou 0,06% para 29.440,47 pontos, o S&P 500 avançou 0,12% para 3.378,08 pontos e o tecnológico Nasdaq subiu 0,17% para 9.728,90 pontos.

A Nvidia sobe 6,69%, depois de a empresa ter divulgado resultados acima do esperado pelos analistas. No entanto, o coronavírus continua a assombrar os mercados, numa altura em que as autoridades chinesas apontam para mais de cinco mil novos casos.

No mercado petrolífero, em Londres, o barril de Brent, referência mundial, o Brent sobe 1,60% para 57,24 dólares, enquanto nos Estados Unidos, a referência norte-americana, o West Texas Intermediate ganha 1.24% para 52,06 dólares.

Recomendadas

Coronavírus contagia Wall Street que cai mais de 4%

A Microsoft caiu mais de 7% depois de um ‘profit warning’. O mercado de ações continua em queda acentuada. Noutros mercados, o petróleo crude West Texas cai 4,9%, para 46,34 dólares, fruto da menor procura mundial devido ao coronavírus.

Wall Street acelera para território de correcção

Os próximos dias serão importantes para perceber qual a consistência do sentimento.

PSI 20 com perdas consideráveis. Seis títulos com desvalorizações superiores a 3%

Restantes praças europeias negociaram no vermelho num dia em que seis títulos do PSI 20 fecharam a desvalorizar 3%.
Comentários