Coronavírus em Macau: “Casinos vão ter receitas zero se esta situação se arrastar”

João Francisco Pinto, diretor da Televisão de Macau, fala das consequências económicas que este surto pode trazer para a cidade. “Impacto vai ser essencialmente sentido pelas pequenas e médias empresas”, realça este português residente em Macau em entrevista à JE TV.

Relacionadas

Impacto do coronavírus na economia de Macau “é devastador”

Em entrevista ao JE, João Francisco Pinto fala numa “cidade fantasma” e da qual foram retiradas das ruas cerca de duas centenas de milhares de pessoas. A comunidade portuguesa está bem informada sobre o surto do coronavírus, mas revela “ansiedade” em particular os empresários que estão “preocupados com o futuro das suas empresas”.

Coronavírus: Ocupação de hotéis em Macau cai para 16%, entrada nas fronteiras desce 91,2%

As entradas nas fronteiras de Macau desceram 91,2% e a taxa de ocupação dos hotéis caiu para os 16%, números que ilustram o impacto do surto do coronavírus Covid-19 no território, informaram esta quarta-feira as autoridades.

Coronavírus em Macau: “Lojas, casinos e escolas fechadas. Ambiente é invulgar”

João Francisco Pinto, diretor da Televisão de Macau, traça o cenário da cidade de Macau em plena crise do coronavírus. “A cidade está deserta, há pouca gente na rua. Ambiente é invulgar”, realça este português residente em Macau em entrevista à JE TV.
Recomendadas

Serviços bancários em discussão no Parlamento. Acompanhe o debate em direto

O Parlamento apresenta e discute projetos de lei (BE, PCP, PAN e PS) sobre serviços bancários. Acompanhe a discussão em torno destes projetos.

“Claques de futebol? Poder político não pode deixar os clubes sozinhos”

O jornalista João Marcelino defendeu, na última edição do “Jogo Económico”, que o poder político não pode deixar os clubes sozinhos no terreno quando existem evidentes problemas com as claques, tal como aconteceu com o Sporting nos últimos meses.

“O que queremos que sejam as claques no futebol?”

Na última edição do programa “Jogo Económico” da plataforma JE TV, o advogado e consultor Luís Miguel Henrique considerou que o caso Marega vai ter impacto internacional e limitar aquilo que é a venda do produto futebol português.
Comentários