Covid-19: Carris aumenta oferta nos dias úteis

A Carris – Transportes Públicos de Lisboa vai aumentar a oferta nos dias úteis, a partir de segunda-feira, nas carreiras onde se tem verificado uma maior procura, na sequência da pandemia de covid-19, foi hoje anunciado.

Carris

Em comunicado, a Carris refere que a medida surge na sequência da “monitorização diária que é feita da afluência de passageiros nas carreiras”, no âmbito plano de contingência da covid-19.

Para o efeito, a empresa de transportes públicos rodoviários de passageiros vai proceder a ajustes em diversas carreiras, que se vão manter em horário de dia útil segundo o horário de verão ou horário de agosto.

De acordo com a Carris, as carreiras 703, 709, 714, 717, 753 e 758 passam a operar com horário de verão de dia útil, e as 711, 713, 728, 736, 746, 748, 750, 751, 756 e 764 vão trabalhar com horário de agosto.

Os horários das carreiras podem ser consultados no sítio oficial na internet da empresa, www.carris.pt.

O reforço acontece de forma a manter as condições de segurança difundidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nomeadamente no que se refere à taxa de ocupação dos veículos.

A Carris adianta que a partir de sábado, 04 de abril, será implementado um ajuste ao serviço dos fins de semana e feriados, tendo em conta a “diminuição acentuada da procura”, suspendendo o serviço das carreiras 716, 720, 732 e 797.

A empresa relembra também que se encontram suspensos alguns serviços, como as carreiras 734, 749, 765, 782, 798, as carreiras 24E e 25E e o serviço efetuado por autocarros na 15E, os elevadores da Bica, do Lavra, da Glória e de Santa Justa, e as carreiras de bairro 22B, 31B, 32B, 37B, 43B, 44B, 58B, 70B, 73B, 76B e 79B.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela DGS, registaram-se 119 mortes, mais 19 do que na véspera (+19%), e registaram-se 5.962 casos de infeções confirmadas, mais 792 casos em relação a sábado (+15,3%).

Dos infetados, 486 estão internados, 138 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 667 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 31.000.

Dos casos de infeção, pelo menos 134.700 são considerados curados.

Ler mais
Recomendadas

“Não há solução perfeita ou indolor para a TAP”, diz confederação de turismo

O turismo em Portugal preocupa em queda de receitas e aumento de desemprego, mas o líder da CTP acredita na retoma. Defende a prorrogação do ‘lay-off’ e uma campanha de promoção interna.

Estudo revela que três em cada dez startups do Porto correm o risco de fechar

O relatório “Impacto da Covid-19 nas Startups do Porto”, elaborado pela Porto Digital, FES Agency e Aliados Consulting, revela que 31,7% das startups têm até três meses de capital disponível.

PremiumMontepio Crédito defende CFEI para capitalizar empresas

Pedro Gouveia Alves realça que este instrumento de crédito fiscal já deu provas positivas em 2014. Autonomia financeira do setor ronda apenas os 20%.
Comentários