Covid-19. DGS anuncia 43 mortes e 2.995 casos confirmados

Os dados divulgados esta quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam a existência de 2.995 casos confirmados e 43 mortes. Existem ainda 22 casos recuperados em Portugal.

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Portugal conta com um total de 2.995 casos positivos, mais 633 face ao dia de ontem, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), esta quarta-feira, 25 de março.

O boletim da DGS revela a existência de 43 vítimas mortais no país, face às 33 reportadas ontem pela autoridade da saúde de Portugal. O relatório indica ainda que existem 22 casos de recuperação, o mesmo número divulgado ontem pela DGS.

O país conta agora com 43 vítimas mortais a registar, mais 10 do que até ontem, com 20 registadas a norte, 10 no centro, 12 em Lisboa e Vale do Tejo e um no Algarve. Não existem óbitos no Alentejo, Açores e Madeira.

O boletim da DGS revela que as vítimas mortais tinham mais de 40 anos, sendo que se registaram três vítimas do sexo masculino e uma do sexo feminino na faixa etária dos 50 aos 59, sete vítimas entre os 60 e os 69 do sexo masculino, sete óbitos masculino entre 70 e os 79 e 13 com mais de 80 anos. O sexo feminino regista 12 óbitos do sexo feminino com mais de 80 anos.

O boletim epidemiológico divulgado esta manhã indica que, até à data, foram registados 21.155 casos suspeitos e 1.591 pessoas ainda aguardam os resultados das análises laboratoriais de Covid-19. Atualmente existem 16.569 casos não confirmados após as análises, e 13.624 encontram-se sob vigilância.

A DGS revela que atualmente existem 1.517 casos registados no Norte, 365 no Centro, 992 em Lisboa, 62 no Algarve, 17 casos na Região Autónoma dos Açores, 16 na Região Autónoma da Madeira e 12 casos no Alentejo.

Lisboa é o concelho com mais casos, registando 187 casos, seguindo-lhe o Porto com 137 infetados e a Maia surge em terceiro lugar com 119 casos confirmados. O concelho de Ovar regista 58 casos confirmados de Covid-19. É importante lembrar que os dados relativamente aos concelhos representam apenas 54% de todos os casos confirmados.

Existem 276 internados, 22 recuperados e 61 pessoas na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI). Dos 22 casos recuperados, três estão registados a Norte, oito no Centro e 11 em Lisboa e Vale do Tejo. O Algarve, Alentejo e Regiões Autónomas não registam nenhum cidadão recuperado.

Os casos importados são 155: 20 de Itália, 46 de Espanha, 30 de França, 13 da Suíça, cinco de Andorra, um da Bélgica, um da zona da Alemanha/Áustria, seis casos dos Países Baixos, 12 casos do Reino Unido, um do Irão, três casos dos Emirados Árabes Unidos, três da Índia, dois da Alemanha, quatro da Áustria, cinco do Brasil, um da Dinamarca, um do Egipto e um da Argentina

O grupo etário com mais casos confirmados é dos 40-49 anos (272 homens e 279 mulheres). Existem 111 crianças e adolescentes infetados, entre os 0 e os 19 anos de idade. Atualmente existem 1.409 homens e 1.586 mulheres infetados pelo novo coronavírus.

Em relação aos sintomas, os mais referidos são tosse (62%), febre (51%), dores musculares (36%), cefaleias (28%), fraqueza generalizada (23%) e dificuldades respiratórias (19%).

[Notícia atualizada às 12h40]

Ler mais
Recomendadas

Infografia | Lisboa e Vale do Tejo a ‘vermelho’. Concelhos de Lisboa e Sintra somam 77 infetados nas últimas 24 horas

Números revelados pelo último boletim epidemiológico Direção-Geral de Saúde mostram que a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a liderar largamente os dados das novas infeções, sendo responsável por 90% dos infetados diários a nível nacional. Por concelhos, Lisboa e Sintra é onde se regista um maior crescimento do número de infetados por Covid-19.

Ministra admite que a precariedade na Cultura está “mais visível” mas sem solução “em dois meses”

Segundo a ministra, o Governo está “a trabalhar” e assumiu “o compromisso de, ao longo deste ano, resolver as questões laborais, de carreiras contributivas” ou “de descontos” destes profissionais, entre outras matérias.

Lisboa e Vale do Tejo com 90% dos novos casos

Os 382 novos casos reportados estão distribuídos regionalmente da seguinte forma: Lisboa e Vale do Tejo 345, Norte 21, Centro 10, Alentejo três, Algarve dois e Açores um. A Região Autónoma da Madeira não registou novas infeções nas últimas 24 horas.
Comentários