Covid-19 já entrou em 198 escolas portuguesas públicas e privadas

A lista é divulgada esta terça-feira, 13 de outubro, pela Federação Nacional dos Professores e será atualizada sempre que sejam reportados e confirmados novos casos pela Fenprof. Pode consultá-la no JE.

São 198 os estabelecimentos de ensino portugueses que até esta terça-feira, 13 de outubro, registaram casos de Covid-19, independentemente de se encontrarem ou não ativos.

A lista (que pode consultar aqui) é divulgada pela Federação Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e mantém-se em permanente atualização sempre que sejam reportados e confirmados novos casos.

O número de 198 poderá até pecar por defeito, uma vez que a Fenprof “apenas vai acrescentando escolas/AE que, de forma inequívoca, consegue confirmar”.

No grupo das escolas que até à data registaram, pelo menos, um caso de infeção pelo novo coronavírus figuram vários estabelecimentos da Área Metropolitana de Lisboa, com destaque para a própria cidade com 13, Cascais e Sintra, com oito escolas cada, Mafra com cinco, tantas quantas a cidade de Coimbra. No Porto há a assinalar sete estabelecimentos de ensino. No todo, a lista varre o país de Norte a Sul e inclui escolas públicas e colégios privados.

Recomendadas

Fenprof promove protesto contra aprovação do OE2021

Professores e educadores concentrar-se-ão em frente ao Parlamento dia 29 de outubro e, simbolicamente, atapetarão o recinto com faixas em que constam as suas principais reivindicações em protesto pela desvalorização do setor da educação.

Cantinas escolares fazem greve nesta segunda-feira

Federação dos sindicatos do setor dá conta de que os trabalhadores das cantinas escolares vão fazer uma greve nacional esta segunda-feira, 26 de outubro. E prevê uma “grande adesão à greve, com centenas de cantinas escolares encerradas e escolas que não vão ter aulas”.

PremiumAtrasos na Lei de Enquadramento Orçamental dificultam escrutínio do OE2021

Conselho das Finanças Públicas diz que teria sido desejável que a mudança nas regras de especificação fosse acompanhada da implementação dos novos programas orçamentais.
Comentários