Covid-19: Lar em Proença-a-Nova regista 53 infetados e uma morte

Um surto de covid-19 no Proença Lar, na localidade de Montinho, distrito de Castelo Branco, regista uma morte e 53 infetados, entre utentes e funcionários.

Em comunicado enviado hoje à agência Lusa, a Câmara de Proença-a-Nova refere que a Comissão Municipal Restrita de Proteção Civil está a “acompanhar de perto o evoluir desta situação, estando a ser prestado o apoio ao lar para debelar o presente surto”.

Segundo a autarquia, neste momento, 46 utentes e sete funcionários estão infetados com o novo coronavírus.

“Três dos utentes estão internados, enquanto os restantes se encontram estáveis. Há ainda a registar um óbito, de um utente que também tinha outras complicações de saúde”, lê-se na nota.

A informação adianta que todos os utentes estão a ser acompanhados por uma equipa médica que está a realizar visitas regulares às instalações e estão a ser realizados testes rápidos aos funcionários a cada 48 horas, testes cedidos pelo município de Proença-a-Nova.

Além do surto no lar, há ainda três infetados na comunidade e 20 pessoas em vigilância.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o concelho de Proença-a-Nova já registou 413 pessoas infetadas com covid-19, para um total de 403 recuperados e 10 óbitos, a que se juntam agora mais 56 casos.

A covid-19 provocou pelo menos 4.895.733 mortes em todo o mundo, entre mais de 240,60 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.100 pessoas e foram contabilizados 1.080.097 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Recomendadas

Marques Mendes: “Comissão Técnica vai dar parecer positivo à vacinação de crianças entre os 5 e os 11 anos”

“A Comissão Técnica de Vacinação esteve reunida esta tarde e nas próximas horas será conhecida a sua posição. A recomendação global é para que avance a vacinação das crianças destas idades com uma dose mais pequena, uma dose pediátrica”, realçou o comentador.

DGS recomenda uso de máscaras em bares e discotecas sempre que possível

Em resposta a uma pergunta enviada pela Agência Lusa, a DGS esclareceu que na orientação que define as regras aplicáveis a bares e discotecas, apenas prevê a utilização obrigatória de máscara pelos respetivos trabalhadores, mas “recomenda a utilização de máscara comunitária certificada ou máscara cirúrgica na comunidade, em todos os espaços interiores, sempre que possível (designadamente, no caso concreto, quando os respetivos utilizadores não se encontrem a dançar ou a beber)”.

Covid-19: Madeira prevê começar a vacinar crianças no próximo dia 14

“As vacinas [destinadas a vacinar crianças] chegam a 13 de dezembro, uma semana antes do previsto”, disse Pedro Ramos em conferência de imprensa destinada a fazer o balanço da situação epidemiológica da covid-19 na Madeira.
Comentários