CP faz descontos até 80% em 13.500 viagens nos Alfa e Intercidades

No total da campanha serão disponibilizadas cerca de 4.750 viagens nas ligações entre Lisboa e o Porto.

Desde ontem, dia 13 de janeiro, a CP está a disponibilizar viagens nos comboios Alfa Pendular (classe turística) e Intercidades (2ª classe) com descontos até 80%.

De acordo com a plataforma especializada webrails.pt, “no total da campanha serão disponibilizadas cerca de 4.750 viagens nas ligações entre Lisboa e o Porto”.

“Trata-se de mais uma campanha, idêntica às anteriores que a empresa tem promovido desde 2013, que têm registado uma grande adesão dos clientes, contribuindo para o aumento da procura de tráfego de longo curso”, acrescenta a webrails.

Segundo esta plataforma, os bilhetes da CP alvo deste desconto são válidos para viagens a realizar entre 16 de janeiro (próxima quinta-feira) e 31 de março, podendo ser adquiridos com uma antecedência de dez dias relativamente à data da viagem, com preços a partir de 2,5 euros nas ligações entre Lisboa e Évora; de três euros entre Lisboa e Beja; de quatro euros entre Lisboa e Coimbra, Aveiro ou Covilhã; de 4,5 euros entre Lisboa e Faro ou Guarda; de cinco euros entre Lisboa e Porto; e de 5,5 euros entre Lisboa e Braga, Guimarães ou Viana do Castelo.

Recomendadas

Conheça as mulheres que estão a dar cartas no negócio dos vinhos em Portugal

JE conta a história de Leonor Freitas, da Casa Ermelinda Freitas, Olga Martins, da Lavradores de Feitoria, Rita Nabeiro, da Adega Mayor, Filipa Pato, da Pato e Wouters, e Luísa Amorim, da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo e Quinta da Taboadella.

Travão de apoio ao Novo Banco é um “número de circo, mas não viola a Constituição”, diz fiscalista

A anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco, aprovada no Orçamento do Estado, não é inconstitucional, mas “gerará responsabilidade civil”, disse o antigo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais Rogério Fernandes Ferreira, à Lusa.

Oscar Herencia: “A evolução dos seguros tem de ir para um conceito de personalização”

O futuro passa pelos “seguros à medida” em que o cliente seleciona um produto ‘umbrella’, que pode ser um seguro de vida, e depois tem um extenso leque de objetivos para criar um produto personalizado, avança o diretor geral da MetLife para a Ibéria.
Comentários