Create IT oferece plataforma a instituições de ensino, saúde e empresas

A Diggspace poderá ser usada durante três meses de forma gratuita.

A Create IT anunciou a disponibilidade gratuita durante três meses da plataforma Diggspace a entidades de saúde e de ensino (agrupamentos de escolas e universidades), bem como qualquer empresa do sector privado com mais de 100 colaboradores (neste caso, limitado às 20 primeiras empresas interessadas).

Disponível em modelo SaaS (software-as-a-service), sem necessidade de qualquer instalação local, a plataforma Diggspace permite conectar toda a organização e chamando a si uma série de ferramentas de trabalho como o Microsoft Teams, grupos, documentos, calendário, notícias, eventos, entre outros.

É de realçar a interacção entre e intra áreas, como, por exemplo, eventos/reuniões e outras comunicações dos diversos órgãos. De destacar, ainda, o módulo ideation, que permite a geração de novas ideias, de forma colaborativa e descentralizada à organização, particularmente útil no actual contexto de adaptação e transformação.

“Vivemos tempos desafiantes para a nossa forma de viver, interagir e trabalhar, em que as circunstâncias nos obrigam a um isolamento social forçado, a mudanças abruptas de rotinas e de formas de trabalhar. A pandemia que hoje nos assola força-nos a acelerar o processo de adopção das práticas de remote work e modern & digital workplace, em que se torna fundamental tirar partido de plataformas de colaboração como as diversas ferramentas disponíveis na suite Microsoft Office 365”, referiu Gustavo Leitão, Head of DiggSpace na Create IT.

PCGuia
Recomendadas

Bee Engineering duplica capacidade formativa na área de inovação e tecnologia

O primeiro programa arranca já em janeiro com sete participantes e formato digital.

EUA notificam empresas norte-americanas para revogar licenças que permitem trabalhar com a Huawei

Apesar de estar na porta de saída da Casa Branca, Donald Trump continua empenhado em enfraquecer a Huawei, a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações, por considerar que a empresa é uma ameaça à segurança norte-americana.

PremiumRedes Sociais: Censura e autorregulação

A decisão de suspender ou banir Donald Trump das redes sociais trouxe uma nova realidade que está longe de ser consensual. Muitos governantes e académicos lembram que a liberdade de expressão é um direito, mas a estreita linha que separa o discurso de ódio e a desinformação, e o poder das ‘grandes tecnológicas’, geram novos desafios à democracia.
Comentários