Crescimento económico “confirma aceleração da produção nacional”, realça Finanças

Dados do crescimento económico confirmam a aceleração da produção nacional, depois de crescimentos de 1% no primeiro e no segundo trimestres, e de 1,7% no terceiro trimestre. Ministério de Centeno reage a revisão em alta do INE.

Em comunicado, o ministério das Finanças realça que “em dezembro, a taxa de desemprego baixou para 10,2%, o valor mais baixo desde março de 2009. De realçar a diminuição de 4,2 pontos percentuais na taxa de desemprego dos jovens (15 a 24 anos)”.

Para este ministério, os dados do crescimento económico “confirmam a aceleração da produção nacional, depois de crescimentos de 1% no primeiro e no segundo trimestres, e de 1,7% no terceiro trimestre”, pode ler-se no comunicado das Finanças.

A revisão em alta do crescimento económico em 2% projeta positivamente outros índices. Para além do desemprego jovem ter diminuído, houve mais investimento em máquinas e equipamentos, que é “fundamental para a sustentabilidade do crescimento económico ao longo de 2017”, declarações do ministério das Finanças. “O investimento teve o principal contributo, com um crescimento homólogo de 2,6% e de 5% face ao terceiro trimestre.”

“A estimativa de crescimento do PIB de 1,4%, em 2016, supera a previsão recentemente divulgada pela Comissão Europeia de 1,3%.”

Relacionadas

INE revê em alta crescimento do 4º trimestre para 2%

O PIB acelerou 2% nos últimos três meses de 2016, com o INE a confirmar o crescimento de 1,4% no conjunto do ano passado.
Recomendadas

Douro inicia vindimas e estima quebra de produção de 20%

A empresa Gran Cruz foi uma das primeiras a arrancar com o corte das uvas no Douro, cerca de uma semana mais cedo do que no ano passado por causa das condições climatéricas, como o calor intenso que poderá tornar este verão num dos mais quentes de que há registo.
marcelo_rebelo_sousa_legislativas

Presidente diz que atividade turística no Algarve está melhor e há hotéis a 70%

“Na situação atual, ainda mais do que há uma semana ou duas ou três, ninguém percebe porque é que o corredor aéreo britânico não abre. Quer dizer, se não abre agora, quando é que abre”, questionou o Presidente da República

Covid-19: Ministério da Agricultura antecipa 112 milhões de euros do Pagamento Único

Será igualmente feito um pagamento de 31 milhões de euros na medida de apoio à Produção Integrada e de 11 milhões de euros na medida de apoio à Agricultura Biológica, desde que reunidas as condições regulamentares relativas ao controlo prévio ao pagamento.
Comentários