Criação de novas empresas em Portugal caiu 11% em outubro

Desde janeiro foram encerradas 12.719 empresas, menos 20% do que o verificado no período homólogo. O setor dos transportes foi o único a registar um valor mais elevado do que em 2019.

No mês de outubro em Portugal foram criadas mais 3.307 novas empresas, número que representa uma queda de 11% face ao mês de setembro e de 22% face a outubro de 2019, de acordo com o barómetro do Informa D&B divulgado esta terça-feira, 10 de novembro.

Esta foi uma descida transversal à quase totalidade dos setores, com os serviços empresariais e o alojamento e restauração a apresentarem os maiores recuos face a setembro. Desde o início do ano registaram-se 1.953 novos processos de insolvência, um aumento de 4,7% face ao mesmo período do ano anterior.

No período de confinamento entre março e abril, o nascimento de empresas registou uma quebra acentuada de 70% e 50% respetivamente. Com o alívio progressivo das medidas de contenção e a reabertura da economia, o mês de agosto já apresentou valores acima de 2019, tendência que se manteve na primeira quinzena de setembro.

Desde o início do ano e até 31 de outubro foram criadas 31.415 novas empresas, uma descida de 26% face ao período homólogo de 2019. Em sentido inverso, desde janeiro foram encerradas 12.719 empresas, menos 20% do que o verificado no período homólogo.

O setor dos transportes foi o único a registar um valor mais elevado do que em 2019, uma subida que se deveu ao aumento dos encerramentos nas empresas de transporte ocasional de passageiros em veículos ligeiros.

Em outubro foram iniciados 174 novos processos de insolvência, menos 15% do que no período homólogo, facto que está ligado à descida de novas insolvências nas indústrias (21 casos face ao período homologo e 36 casos do que no mês de setembro deste ano).

Ler mais
Recomendadas

Banco de Fomento lança duas novas linhas de apoio à economia no valor de 1.100 milhões de euros

Banco Português de Fomento abre esta segunda-feira as candidaturas para as novas linhas de crédito. A linha de apoio para as empresas exportadoras da indústria e do turismo tem uma dotação global de 1.050 milhões de euros, enquanto a linha de apoio às empresas de montagem de eventos tem uma dotação de 50 milhões de euros.

PremiumCompal vende 70 milhões de litros de sumos com Centro de Frutologia

Miguel Garcia, diretor de marketing da empresa, realça o papel do centro na promoção da fruta nacional e no acesso a 20 mil toneladas anuais.

Honda suspende produção no Reino Unido por falta de fornecimentos

De acordo com o Sunday Times, citado pela agência Efe, a Jaguar Land Rover, a Nissan e a Vauxhall também se estão a ver obrigadas a cortar na sua atividade devido à falta de pessoal por causa da covid-19, assim como pelo congestionamento nos portos britânicos associado à pandemia e ao ‘Brexit’ (saída do Reino Unido da União Europeia).
Comentários