Cristiano Ronaldo comprou ‘penthouse’ mais cara de Portugal por transferência bancária

Fonte próxima ao processo revelou ao Jornal Económico que Cristiano Ronaldo pagou mais de 25 mil euros por m2 do apartamento mais caro alguma vez vendido em Portugal. No total, o ‘craque’ nacional pagou 7,250 milhões de euros e efetuou o pagamento por transferência bancária.

Foi mistério por uns meses, mas foi desvendado. Em agosto do ano passado foi noticiado que a Vanguard Propeties vendeu o apartamento mais caro de Portugal por 7,350 milhões. Na altura, fonte oficial da empresa disse ao Jornal Económico que a penthouse do prédito Castilho 203 tinha sido vendida a um cidadão europeu. Mas fonte próxima ao processo revelou ao JE que o cidadão europeu que pagou mais de 25 mil euros por m2 do apartamento mais caro alguma vez vendido em Portugal é Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, confirmando uma notícia já avançada pela “TV 7Dias“.

A nossa fonte revelou que o capitão da seleção nacional se deslocou ao país entre junho e julho do ano passado para inspecionar a habitação. Cristiano Ronaldo já tem uma casa na Quinta da Marinha e outra na Avenida da Liberdade, que transformou num espaço social, e procurava agora uma casa com mais quartos e piscina interior. A casa escolhida foi esta penthouse.

O ‘craque’ português comprou a casa em nome próprio e pagou por transferência bancária, disse a mesma fonte ao JE.

penthouse em causa é um apartamento com a tipologia T3, com uma área interior de 287 metros quadrados. Isto significa que Cristiano Ronaldo pagou cerca de 25.600 euros por m2. O décimo-terceiro andar do prédio que fica no número 203 da Rua Castilho tem ainda acesso ao terraço, que se estende por 260 m2, com vista sobre o Parque Eduardo VII e a Avenida da Liberdade.

O intervalo de preços dos apartamentos não é para qualquer carteira. Se o apartamento mais caro foi vendido por 7,350 milhões de euros, o mais barato, de tipologia T2 com 140 m2, terá um preço de venda a rondar os 1,360 milhões, isto é, cerca de 9,700 euros por m2.

A Vanguard Properties venceu a corrida para a compra dos terrenos do Fundo Imobiliário da Herdade da Comporta.

Ler mais
Relacionadas

‘Penthouse’ mais cara de Portugal vendida por 7,35 milhões de euros. “Não vão bater o preço”, garante imobiliária

Um cidadão europeu pagou mais de 25 mil euros por m2 do apartamento mais caro alguma vez vendido em Portugal. A Vanguard Properties não espera que preço seja batido nos próximos tempos devido às características do imóvel e do prédio 203 Castilho. Faltam vender dez apartamentos.

Apartamento mais caro de sempre em Portugal foi vendido por 7,2 milhões em Lisboa

Apesar de a penthouse ter sido adquirida por um valor considerado exorbitante, o dono do mesmo pediu anonimato à imobiliária. O dono do apartamento mais caro de Lisboa vai ter acesso a piscina, ginásio e spa, com vistas para o rio Tejo, Parque Eduardo VII ou Castelo de São Jorge.
Recomendadas

ONU: Queda nas emissões de gases com efeito estufa em 2020 não está a reverter alterações climáticas

Apesar da ligeira diminuição no ritmo a que os gases com efeito estufa foram emitidos em 2020, fruto das restrições que visam combater a pandemia, a Organização Meteorológica Mundial avisa que este facto apenas desacelerará o ritmo das alterações climáticas, sendo profundamente insuficiente para compensar as décadas de emissões que ainda hoje persistem na atmosfera.

Comissão Europeia: “Experiência de Portugal vai ser valiosa para nós. Vai liderar a transição na Europa”

O comissário europeu do Ambiente, Oceanos e Pescas, Virginijus Sinkevičius considera que dada a experiência de Portugal em matérias ambientais, a pasta da presidência do Conselho da UE para o primeiro semestre de 2021 vai ficar em boas mãos. “Estou muito otimista em relação à presidência de Portugal no próximo ano”, afirmou.

Termoelétrica de Sines: Matos Fernandes garante formação a 400 trabalhadores

A menos de dois meses para o encerramento da central termoelétrica de Sines, o ministro do Ambiente e da Ação Climática frisou que os cerca de 400 trabalhadores desta central serão alvos de formação para que possam integrar nos projetos de energia solar que estão a ser desenvolvidos.
Comentários