Cuidado com os descontos na eletricidade e no gás, alerta o regulador

O regulador de energia aconselha os clientes a informarem-se antes de assinarem documentos que lhes dá um suposto desconto.

Cristina Bernardo

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) veio hoje a público alertar os consumidores sobre más práticas das empresas comercializadoras na oferta de descontos na fatura de eletricidade e/ou de gás natural.

Segundo o regulador, a má prática passa por a empresa comercializadora perguntar ao cliente se já tem desconto na fatura de eletricidade e/ou de gás natural e “pedem-lhe para assinar um papel para passar a ter o desconto”.

Nestas situações, a ERSE aconselha o cliente a perguntar: “O desconto é sobre o quê? Sobre a energia consumida ou a potência contratada? É sobre o preço que está a pagar atualmente? Ou é sobre o novo preço que lhe está agora a ser proposto?”.

“Confirme se é um argumento que está a ser usado para que mude para outro fornecedor ou se é uma nova proposta do seu atual fornecedor”, aponta o regulador.

“Antes de decidir, informe-se sobre os preços e outras condições oferecidas pelos diferentes fornecedores”, com o regulador a aconselhar os consumidores a usarem simuladores, como o da ERSE.

Recomendadas

Faturas detalhadas dos postos de combustível obrigatórias a partir de agosto

O regulamento da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) pretende melhorar a informação ao consumidor “de forma clara, objetiva e adequada”, detalhando informação sobre o preço total, taxas e impostos, encargos suplementares de transporte e até despesas de entrega.

Mais de metade dos portugueses considera práticas conscientes e sustentáveis antes de escolher o banco

O estudo do banco Oney revela que os portugueses estão entre os consumidores europeus que mais se preocupa com o consumo sustentável. Separar o lixo, consumir produtos locais e orgânicos e comprar produtos recicláveis são os principais hábitos éticos dos cidadãos nacionais.

Sugestões para evitar doenças cardiovasculares e obesidade

As doenças cardiovasculares e a obesidade são doenças cada vez mais frequentes no mundo ocidental. Combater o desequilíbrio alimentar, com uma dieta equilibrada e exercício físico, tem de ser uma realidade.
Comentários