Custo dos transportes já sobe desde dezembro de 2017 na Madeira

Os transportes tiveram uma variação de 6,5% em 2018, enquanto que o serviços de transportes registaram um aumento de 17,3%. Os restaurante e hotéis também ficaram mais caros na Madeira.

O custo dos transportes já sobe desde dezembro de 2017, na Madeira, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM), que fixou a variação média registada pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) no ano de 2018 em 2,3%.

Em 2018, diz a DREM, os transportes tiveram uma variação positiva de 6,5%, e a subcategoria dos serviços de transporte foi a que registou uma maior variação com 17,3%,  quando comparado com o período homólogo.

Os Restaurantes e hotéis registaram uma subida de 5,3%, um dos sectores que registou uma das maiores subidas desde o ano de 2017.

Os dados da DREM mostram também que a classe de Vestuário e Calçado e a classe de Acessórios para o Lar, Equipamento Doméstico e Manutenção Corrente da Habitação foram as únicas a registarem variações negativas com -1,4% e -1,2% respetivamente.

Quando comparamos com a média do país, onde a taxa foi de 1%, podemos verificar que esta foi superior em 1,3%.

Recomendadas

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.

Aliança quer eleger cidadãos e não políticos de profissão

O candidato refere que em sede de parlamento tudo é negociável e que o seu compromisso é fazer cumprir o programa de governo, mas que não tem pretensões de ir para governo, “a não ser que ganhemos as eleições”.
Comentários