Custos da construção em habitação nova desaceleraram 0,6% em março

Esta variação homóloga corresponde a menos 1,5 pontos percentuais (p.p.) que o observado no mês anterior. Já o preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram, respetivamente, variações de -0,5% e de 2,3% face ao período homólogo.

Cristina Bernardo

O Instituto Nacional de Estatística (INE), estima que os custos de construção de habitação nova tenham aumentado 0,6%, menos 1,5 pontos percentuais (p.p.) do que o registado no mês anterior, segundo os dados do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) revelados esta segunda-feira, 11 de maio.

Já o preço dos materiais e o custo da mão de obra apresentaram, respetivamente, variações de -0,5% e de 2,3% face ao período homólogo.

Em termos da variação em cadeia, o ICCHN foi de -1,1% no mês em análise. O custo dos materiais registou uma variação nula e o custo da mão de obra diminuiu -2,6%, enquanto a componente da mão de obra contribuiu também com -1,1 p.p., sendo nula a contribuição dos materiais.

Recomendadas

PremiumMiguel Cabrita Matias: “Não vamos ter problemas no mercado de luxo”

Previsões das agências de ‘rating’ e ‘research’ estimam que este segmento não vai ser afetado pela pandemia. “É um mercado com clientes muito específicos. Das vendas previstas, não houve nenhuma desistência”, diz ‘board member’ da Mexto.

Moratórias das rendas prolongadas até setembro

Lei publicada esta sexta-feira em Diário da República, prevê que inquilinos que tenham uma perda superior a 20% dos rendimentos e cuja taxa de esforço ultrapasse os 35% fiquem isentos de pagar as rendas até 1 de setembro.

Unión de Créditos Imobiliários vai gerar 100 milhões de euros em financiamento ecológico com BEI

Este acordo vai permitir à UCI gerar uma carteira de financiamento ecológico em Espanha e Portugal de, pelo menos, 100 milhões de euros.
Comentários