Dados dos Censos 2021 “nunca foram enviados para os Estados Unidos”, garante INE

Em declarações ao jornal “Público”, divulgadas este sábado, o presidente do INE assegura que a Cloudflare, empresa norte-americana contratada para os Censos 2021, não teve acesso à informação dos inquéritos e, perante as dúvidas, os seus serviços já foram suspensos.

Cristina Bernardo

O presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE), Francisco Lima, garante que os dados dos Censos 2021 “nunca foram enviados para os Estados Unidos”. Em declarações ao jornal “Público”, divulgadas este sábado, assegura que a Cloudflare, empresa norte-americana contratada para os Censos 2021, não teve acesso à informação dos inquéritos e, perante as dúvidas, os seus serviços já foram suspensos.

As declarações surgem depois de a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) ter exigido ao INE, na terça-feira, a suspensão de qualquer transferência de dados pessoais recolhidos pelos Censos 2021 para os Estados Unidos, por via da Cloudflare, que foi contratada para garantir a segurança do processo. Perante as dúvidas levantadas, o INE decidiu suspender “totalmente” a subscrição dos serviços da Cloudflare.

Mas, ao jornal “Público”, Francisco Lima assegura que “os dados nunca foram enviados para os EUA e estão todos nos servidores do INE, em Portugal”. Quanto à suspensão dos serviços da tecnológica norte-americana, explica que foi “a forma mais rápida” de dar resposta às preocupações jurídicas da CNPD e “evitar dúvidas”. “Não queríamos que ficasse qualquer ideia, junto da população, de que havia dados nos EUA”, explica.

Recomendadas

Excedente da Segurança Social sobe para 587 milhões em junho

Em comunicado, o Governo realça que “o saldo global do subsetor da Segurança Social atingiu em junho um saldo de 587,1 milhões de euros”.

OE2021: Pandemia custou 4.188 milhões de euros ao Estado até junho

A pandemia de covid-19 custou ao Estado 4.188,8 milhões de euros até junho, 384,1 milhões de euros dos quais por redução da receita e 3.804,7 milhões de euros pelo aumento da despesa total, divulgou hoje a Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Apoios às empresas atingem 1.933 milhões de euros até junho

Os apoios às empresas atingiram os 1.933 milhões de euros no primeiro semestre, acima da execução global de 2020, segundo dados hoje divulgados pelo Ministério das Finanças.
Comentários