“Decidimos terminar o nosso casamento”. Bill e Melinda Gates divorciam-se

O anuncio da separação foi feito através do Twitter. O casal estava junto há 27 anos.

DR

O criador da Microsoft, Bill Gates anunciou, esta segunda-feira, nas redes sociais o fim do seu casamento de 27 anos com Melinda Gates.

“Depois de muito pensarmos e investirmos na nossa relação, decidimos terminar o nosso casamento. Nos últimos 27 anos educamos três crianças incríveis e criamos uma fundação que trabalha por todo o mundo a tentar fazer com que as pessoas tenham vidas mais saudáveis e produtivas. Continuamos a partilhar a crença nessa missão e vamos continuar o nosso trabalho conjunto na fundação, mas não conseguimos crescer enquanto casal na próxima fase das nossas vidas. Pedimos espaço e privacidade pela nossa família”, escreveu Bill Gates no Twitter.

Por sua vez, Melinda Gates publicou o mesmo texto na sua página de Twitter. Melinda Gates, de 56 anos, conheceu Bill Gates, de 65, quando trabalhou na Microsoft, em 1987. Em 2000 o casal criou a Fundação Bill & Melinda Gates.

Bill Gates é considerado, pela Forbes, como a quarta pessoa mais rica do mundo, com uma fortuna avaliada em 130.5 mil milhões de dólares (cerca de 107 mil milhões de euros), que agora poderá ser dividida. Os pormenores financeiros da separação ainda não foram revelados.

De recordar que quando Jeff Bezos e MacKenzie se separaram o casal protagonizou o divórcio mais caro de sempre: 31,6 mil milhões.

Ler mais
Recomendadas

União Europeia exige cessar-fogo imediato entre Israel e Palestina, Hungria abstém-se

O chefe da diplomacia da UE apontou que o único país a abster-se de firmar esta tomada de posição foi a Hungria”, sendo que “não é uma novidade” que o tenha feito.

Moçambique. EUA esperam “conclusão satisfatória” do conflito em breve

“Estamos comprometidos com o Governo [moçambicano] a fazer todos os possíveis para proteger civis, prevenir futuros ataques e aliviar o sofrimento. (…) Esperamos que sejamos capazes de enfrentar e chegar a uma conclusão satisfatória muito em breve”, afirmou Linda Thomas-Greenfield.

Santos Silva partilha “graves preocupações” com Turquia

O chefe da diplomacia portuguesa reconheceu que tal “é muito preocupante, porque a Turquia é um pais candidato à integração europeia, além de ser um grande vizinho da Europa e um parceiro muito importante em varias áreas de segurança, natureza geoestratégica e outras”.
Comentários