Deco alerta para a segurança na utilização de drones

O incumprimento das regras é punido por lei, sendo uma contraordenação grave ou muito grave, estando o proprietário do drone efetivamente sujeito a uma coima entre mil a 7500 euros, consoante as circunstâncias da situação.

O desrespeito das regras implícitas ao uso de drones poderá constituir numa contraordenação grave ou muito grave que conduzirá a coimas entre mil e 7500 euros.

A utilização de drones está limitada por lei, sendo necessário o registo dos dados do mesmo na ANAC – Autoridade Nacional da Aviação Civil e os equipamentos que pesam 900 gramas têm de ter um seguro de responsabilidade civil.

O regulamento indica que os drones só podem ser manobrados durante o dia, numa altura máxima de 120 metros e sempre à vista do utilizador.

Há que garantir, nessa altura máxima, uma distância mínima de 30 metros para os aviões tripulados que estão fora das fases de descolagem e aterragem.

Existem zonas proibidas, por exemplo junto dos aeroportos e em corredores de aproximação às pistas, que apenas poderão ser ultrapassadas se existir uma autorização formal do diretor do aeródromo.

Verifique quais são as áreas proibidas, antes de usar o seu drone.

O regulamento proíbe voos ao ar livre de drones que sobrevoem mais de 12 pessoas ou em zonas de sinistro em que estejam a decorrer operações de socorro.

Ainda nas proximidades da zona do aeroporto os drones não poderão ultrapassar o obstáculo mais alto, num raio de 75 metros.

O incumprimento das regras é punido por lei, sendo uma contraordenação grave ou muito grave, estando o proprietário do drone efetivamente sujeito a uma coima entre mil a 7500 euros, consoante as circunstâncias da situação.

Informe-se aqui sobre algumas funcionalidades interessantes e dicas para pilotar o seu drone.

Procure-nos em: Procure-nos em: DECO MADEIRA na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt; ou contacte-nos para o número: 968 800 489.

Ler mais
Recomendadas

Parlamento aprova a suspensão das rendas e da caducidade dos contratos de arrendamento

As alterações na legislação sobre habitação autorizam que as famílias podem suspender o pagamento da renda durante o Estado de Emergência se registarem uma quebra superior a 20% dos rendimentos do agregado familiar, face aos rendimentos do mês anterior ou do período homólogo do ano anterior.

Utiliza a aplicação Houseparty? Deco desaconselha

Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor apercebeu-se de que a “partilha de dados pessoais e a segurança pode ser melhorada”. A ‘app’ nega críticas de falta de privacidade e está a oferecer cerca de 900 mil euros a quem souber como começou a “campanha difamatória”.

Desempregado ou em lay-off? Saiba como trabalhar em instituições sociais ou de saúde para ganhar um rendimento extra

Esta medida, voluntária, é uma forma dos desempregados ou dos trabalhadores em regime de lay-off poderem ganhar um rendimento extra reforçando hospitais ou lares. Desempregados com direito a uma bolsa mensal de 438,8 euros, com os trabalhadores em regime de lay-off a terem o direito a 658,2 euros mensais.
Comentários