Delegação da Madeira vai a Bruxelas discutir alterações climáticas

A visita insere-se no programa ‘Ação para o Clima’ e vai discutir medidas de mitigação, adaptação e governança na área das alterações climáticas.

A Madeira vai estar representar entre 16 e 17 de janeiro, em Bruxelas, no âmbito do programa ‘Ação para o Clima’, com o objetivo de discutir medidas de mitigação, adaptação, governança, na área das alterações climáticas, onde estarão também presentes vários países que compõem as Regiões Ultraperiféricas (RUP) e a DG Climat.

A reunião pretende identificar as necessidades específicas de cada RUP. A Madeira vai estar representada através da Direção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente (DROTA).

Através desta comitiva a Madeira pretende fornecer à DG Climat informação especializadas relativamente à questão do ambiente e com isso facilitar o diálogo entre as RUP, a Comissão Europeia e os estados membros.

Recomendadas

Cabo Verde aprova programa com 5 milhões de euros para combate à seca e mau ano agrícola

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, explicou que o valor será distribuído por três áreas: pecuária e manutenção da capacidade produtiva com cerca de 882 mil euros, mobilização da água e a sua gestão 2 milhões de euros e criação de emprego 2,1 milhões euros.

Fim do uso de óleo de palma em combustíveis: PAN junta-se à Zero no protesto

O partido junta-se à associação ambientalista num apelo ao Governo e à Assembleia da República que legisle no sentido de impedir a presença do óleo de palma no gasóleo dos postos de abastecimento.

Ambientalistas pedem legislação que impeça uso de óleo de palma no gasóleo

O presidente da associação ambientalista Zero, Francisco Ferreira, fez esta segunda-feira um apelo ao Governo e à Assembleia da República que legisle no sentido de impedir a presença do óleo de palma no gasóleo dos postos de abastecimento.
Comentários