Delegação da Madeira vai a Bruxelas discutir alterações climáticas

A visita insere-se no programa ‘Ação para o Clima’ e vai discutir medidas de mitigação, adaptação e governança na área das alterações climáticas.

A Madeira vai estar representar entre 16 e 17 de janeiro, em Bruxelas, no âmbito do programa ‘Ação para o Clima’, com o objetivo de discutir medidas de mitigação, adaptação, governança, na área das alterações climáticas, onde estarão também presentes vários países que compõem as Regiões Ultraperiféricas (RUP) e a DG Climat.

A reunião pretende identificar as necessidades específicas de cada RUP. A Madeira vai estar representada através da Direção Regional do Ordenamento do Território e Ambiente (DROTA).

Através desta comitiva a Madeira pretende fornecer à DG Climat informação especializadas relativamente à questão do ambiente e com isso facilitar o diálogo entre as RUP, a Comissão Europeia e os estados membros.

Recomendadas

Em apenas um dia, 2 mil milhões de toneladas de gelo derreteram na Gronelândia

A imagem foi tirada por um investigador dinamarquês. 712.000 quilómetros da superfície da Gronelândia derreteu a 12 de junho, o que representa cerca de 40% da área congelada daquela região.

Portugal tem 80% da água de que precisa para o verão, garante ministro do Ambiente 

Matos Fernandes admitiu, contudo, que nos “pequenos aglomerados” em que a população aumenta durante as festas de verão, “normalmente na raia”, poderá haver falta de água

António Costa: “Para atingir a neutralidade carbónica em 2050 teremos que cortar 85% das emissões”

Na intervenção de abertura do debate quinzenal de hoje sobre sobre políticas ambientais e de valorização do território, o primeiro-ministro António Costa destacou o “combate às alterações climáticas” como “o grande desafio político, social e económico do século XXI”.
Comentários