Deputado do PS pede pelo menos um posto dos CTT em todos os concelhos da Madeira a tempo inteiro

O socialista pediu ao ministro das Infraestruturas e Habitação que estes parâmetros sejam tidos em conta no caderno de encargos e na negociação da futura concessão.

O deputado do PS, eleito pela Madeira, à Assembleia da República, Olavo Câmara, pediu a presença dos CTT em todos os concelhos da Região Autónoma da Madeira, com pelo menos um posto e com funcionamento a tempo inteiro.

O apelo foi feito durante a audição ao ministro das Infraestruturas e Habitação, no âmbito da discussão da especialidade do Orçamento do Estado para 2021.

O deputado do PS sublinhou que esta reivindicações devem ser tidas em conta no caderno de encargo e na negociação da futura concessão.

Olavo Câmara disse que nos concelhos do Porto Moniz e de São Vicente as “estações não fecharam, mas têm horário reduzido, uma funcionando de manhã e outra de tarde”, face à “privatização levada a cabo pelo PSD e pelo CDS de Passos Coelho e de Paulo Portas”.

O socialista disse que o Porto Moniz e São Vicente, são concelhos rurais, “onde não existe grande oferta de transportes públicos, onde a população é mais envelhecida, menos aderente às novas tecnologias e onde há menos serviços”.

O deputado do PS quis saber se isto vai ser tido em conta, para além dos “outros problemas que o PSD e o CDS criaram com a privatização deste importante serviço público que era prestado à população”, acrescentando que se “continua a viver com uma herança demasiado pesada para todos os portugueses”, uma herança que “tem de ser renunciada e enterrada, já que os portugueses enterraram, e bem, esse tempo das portas batidas e dos passos perdidos”.

Ler mais
Recomendadas

O que devo fazer se emigrar e tiver um contrato de telecomunicações

Se o contrato previr este caso, basta referi-las à operadora, mas se tal não está expresso, pode tentar apelar à compreensão da empresa: exponha a situação por escrito e inclua comprovativos de que vai mudar de país, sendo uma alteração de circunstância em causa. Poderá ainda avançar para um julgado de paz ou centro de arbitragem de conflitos de consumo. Mas primeiro faça as contas ao que falta pagar do período de fidelização e aos custos do processo.

Madeira: eurodeputada do PS critica falta de transparência nos contratos com farmacêuticas para a vacina contra covid-19

A eurodeputada Sara Cerdas pediu ainda um ponto de situação sobre a capacidade de produção da vacina na União Europeia e sugeriu a criação de um dashboard europeu de monitorização do processo de distribuição de vacinas.

Cancelar carnaval acrescenta segurança ao destino Madeira, afirma secretário regional do Turismo

O governante esclareceu que “a opção tomada pelo Governo Regional em cancelar o Carnaval [em 31 de dezembro 2020] vem salvaguardar o interesse que se atribui à saúde pública”. Eduardo Jesus afirma que, “neste momento, impõem-se todas as decisões que contribuam para o restabelecer da normalidade”, salientando que o cancelamento do Carnaval “constitui, sem qualquer dúvida, um grande contributo nesse sentido”.
Comentários