DGS confirma 5.170 casos de Covid-19 e 100 mortes em Portugal

Há ainda 4.938 pessoas à espera dos resultados da análise laboratorial, de acordo com os números divulgados este sábado pela Direção-Geral de Saúde.

Lusa

Portugal registou, até à meia-noite deste sábado, 5.170 casos confirmados da doença Covid-19, mais 21% (902) do que ontem, segundo o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS). O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 100, mais 24 mortes nas últimas 24 horas. A taxa de letalidade é agora de 1,9%

Há ainda 4.938 cidadãos à espera dos resultados da análise laboratorial, 32.754 casos suspeitos e 43 pessoas recuperadas (que receberam alta), segundo o documento da DGS. Logo depois de os novos dados serem tornados públicos, a ministra da Saúde disse ainda que 89 paciente estão unidades de cuidados intensivos.

“Atendendo à faixa etária em que estes [100] óbitos se localizam, sobretudo nos maiores de 70 anos, temos uma taxa de letalidade nos maiores de 70 anos que é de 7,9%”, explicou Marta Temido.

Lisboa, Porto e Vila Nova de Gaia são os três concelhos com mais portugueses infetados: 366, 343 e 262, respetivamente.

O relatório de hoje não apresenta os casos estrangeiros, que foram importados à suas regiões. Em termos de casos importados, note-se que a DGS informou que a maioria advém de Espanha (105), França (72), Reino Unido (27) e Itália (21).

Desde as 00h00 de quinta-feira que o país está em fase de mitigação, que é a terceira e a mais grave fase de resposta à Covid-19 e é ativada quando existe transmissão local, em ambiente fechado, e/ou transmissão comunitária. “Estamos na fase 3.2, o que significa que há transmissão comunitária, não descontrolada”, explicou Graças Freitas esta semana. A fase de transição pode ter alguma turbulência e contamos com a compreensão de todos”, referiu a responsável da DGS, depois de esclarecer a passagem da fase de contenção.

Ler mais
Relacionadas

Acompanhe em direto a conferência de imprensa da DGS

A Direção-Geral da Saúde atualiza os dados relativamente ao número de infetados com o novo coronavírus em Portugal. Assista aqui às explicações de Graça Freitas e da ministra da Saúde, Marta Temido.
Recomendadas

Infografia | Lisboa e Vale do Tejo a ‘vermelho’. Concelhos de Lisboa e Sintra somam 77 infetados nas últimas 24 horas

Números revelados pelo último boletim epidemiológico Direção-Geral de Saúde mostram que a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a liderar largamente os dados das novas infeções, sendo responsável por 90% dos infetados diários a nível nacional. Por concelhos, Lisboa e Sintra é onde se regista um maior crescimento do número de infetados por Covid-19.

Ministra admite que a precariedade na Cultura está “mais visível” mas sem solução “em dois meses”

Segundo a ministra, o Governo está “a trabalhar” e assumiu “o compromisso de, ao longo deste ano, resolver as questões laborais, de carreiras contributivas” ou “de descontos” destes profissionais, entre outras matérias.

Lisboa e Vale do Tejo com 90% dos novos casos

Os 382 novos casos reportados estão distribuídos regionalmente da seguinte forma: Lisboa e Vale do Tejo 345, Norte 21, Centro 10, Alentejo três, Algarve dois e Açores um. A Região Autónoma da Madeira não registou novas infeções nas últimas 24 horas.
Comentários