Pode um orçamento comum estabilizar a zona euro? Nova SBE debate futuro da Europa

Debate moderado pelo diretor adjunto do JE, Shrikesh Laxmidas, oferece uma reflexão sobre se o orçamento para a zona euro pode ajudar à estabilização dos países do espaço europeu e tem lugar no âmbito do ciclo de conferências “Economia Viva”, que vai realizar-se nas instalações da Nova School of Business and Economics, no campus de Carcavelos.

Shrikesh Laxmidas, diretor adjunto do JE, vai ter lugar esta quarta-feira, das 18h00 às 19h30, moderar o debate denominado “Can a Euro Area Budget Stabilize The Eurozone?”, no âmbito do ciclo de conferências “Economia Viva”. A quinta edição deste evento vai decorrer até 8 de fevereiro de 2020 sendo que todas as conferências vão decorrer no novo campus da Nova SBE, em Carcavelos.

Neste debate, que oferece uma reflexão sobre se um orçamento para a zona euro pode ajudar à estabilização dos países do espaço europeu, Shrikesh Laxmidas vai ter como intervenientes Francesco Franco, da Nova SBE Economics For Policy Knowledge Centre, Francisco Louçã, da Research Unit on Complexity and Economics, Maximiliam Freier, Senior Expert at European Central Bank Fiscal Policies Division e Pedro Duarte Neves, antigo vice-Governador do Banco de Portugal.

O Economia Viva é um ciclo de conferências organizado anualmente numa parceria entre o Nova Economics Club (NEC) e a Nova Students’ Union (Nova SU). “É um grande evento de alunos para alunos com lugar na Nova School of Business and Economics. Desde a sua primeira edição em 2015 que o Economia Viva cobre um vasto leque de temas e serve de local de convergência de uma grande variedade de ideias com o intuito de apresentar aos alunos e convidados um debate verdadeiramente aberto a todos”, refere a organização em comunicado.

 

Recomendadas

Daniel Proença de Carvalho: “É evidente que há uma promiscuidade entre certos setores da justiça com alguns media”

“Devia haver coimas para quem violasse o segredo de justiça, independentemente da forma como foi obtida a informação”, vincou o antigo presidente da Uría Menéndez-Proença de Carvalho, que defendeu que “a mediatização” da Justiça é uma causa para a degradação da confiança que os portugueses depositam nesta função do Estado.

PremiumNazaré da Costa Cabral: “Reduzir a dívida pública é reforçar a soberania nacional”

Presidente do Conselho de Finanças Públicas, Nazaré da Costa Cabral, defendeu consolidação orçamental no encerramento da conferência.

PremiumRicardo Mourinho Félix: “A austeridade acabou, mas também a política pró-cíclica”

Iniciativa organizada pelo Jornal Económico e pela EY sobre o Orçamento do Estado para 2020 abordou relação entre os impostos pagos pelos portugueses e os serviços públicos de que usufruem.
Comentários