PremiumDividendos da banca: o regresso ao passado?

Greed is good, disse a personagem Gordon Gekko, no filme Wall Street. Os acionistas gostam de ser renumerados pelo investimento que fazem, algo que, na última década, a maioria dos bancos ‘portugueses’ não tem feito, mas que poderão retomar no próximo ano. Com “prudência”, avisa o regulador.

Greed is good, disse a personagem Gordon Gekko, no filme Wall Street. Os acionistas gostam de ser renumerados pelo investimento que fazem, algo que, na última década, a maioria dos bancos ‘portugueses’ não tem feito, mas que poderão retomar no próximo ano. Com “prudência”, avisa o regulador.

A exceção tem sido Santander Totta que entregou cerca de mil milhões de euros à casa-mãe espanhola.

A adocicar as esperanças dos acionistas, estão o Millennium bcp e a Caixa Geral de Depósitos.

O presidente do BCP, Miguel Maya, revelou que o banco poderá pagar dividendos em 2019, numa altura em que o banco mantém a meta de distribuir 40% dos lucros até 2021.

Já o banco público, que desde 2010 não paga um cêntimo ao Estado, deverá pagar entre 150 a 200 milhões de euros aos cofres estaduais, tal como previsto no OE 2019.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Ler mais
Recomendadas

Lei das moratórias dá opção aos mutuários de só suspenderem o capital sem capitalizar os juros

As prestações ao banco vão subir para quem recorrer à moratória pública aprovada pelo Governo. Mas o documento dá a opção de o cliente só suspender o reembolso de capital continuando a pagar os juros, para não subir a prestação ao fim de seis meses.

BCP junta-se ao Movimento Portugal #EntraEmCena para salvar a cultura da crise da Covid-19

No global, este movimento representa, um investimento de mais de um milhão de euros, através desta plataforma, em projetos que não poderão ultrapassar, cada um, os 20 mil euros. O BCP junta-se assim a entidades como a Altice, BPI, CGD, Centro Cultural de Belém, EDP, Fidelidade, Montepio, entre outros para que o Covid-19 não acabe de vez com a cultura.

Caravela Companhia de Seguros cresce 28% em prémios brutos emitidos

Estes resultados são referentes a um ano em que se realizou a abertura do Capital a um novo acionista, TPIF Douro Bidco, empresa que integra o Private Equity Tosca Fund e que passou a deter 48% do capital da seguradora.
Comentários