Dona da Bolsa de Lisboa vai comprar 66% da norueguesa Nord Pool

A Euronext anunciou uma operação de franchise para ‘dar gás’ a negociação no setor da energia. A empresa vale cerca de 84 milhões de euros.

A Euronext anunciou esta quinta-feira que entrou em acordos vinculativos para comprar 66% do capital social e dos direitos de voto do grupo nórdico Nord Pool, uma empresa ligada ao mercado da energia. O grupo pan-europeu que detém a Bolsa de Lisboa que diversificar as suas operações de franchise para diversificar a negociação no setor da energia.

A Nord Pool tem sede na Noruega (Oslo), mas conta com escritórios em Helsínquia, Estocolmo, Tallinn, Berlim e Londres. O grupo nórdico, que vale cerca de 84 milhões de euros [sem dívidas] foi criado em 1993 e disponibiliza essencialmente serviços de negociação ligados à energia (“power trading”).

Para a dona do PSI-20, a Nord Pool será um centro de excelência em matérias-primas na cidade de Oslo, onde recentemente a Euronext foi às compras. Segundo a informação divulgada esta manhã ao mercado, o intuito é aumentar a presença na região do Norte da Europa e “diversificar o seu mix de receitas para novas classes de ativos não correlacionadas com os ciclos do mercado financeiro”.

“Por sua vez, a Nord Pool beneficiará da longa pegada da Euronext e dos esforços comerciais na Europa continental para expandir o alcance da sua tecnologia de ponta, e os seus funcionários juntar-se-ão a um grupo pan-europeu com oportunidades de carreira internacional”, garante a Euronext, em comunicado divulgado pela CMVM.

A aquisição prevê que os atuais proprietários da Nord Pool – os Operadores Nórdicos e Bálticos do Sistema de Transmissão (TSOs, na sigla inglesa) – se mantenham na estrutura acionista, com uma participação de 34% por via de uma holding.

No ano passado, a Nord Pool gerou receitas de 40 milhões de euros e registou 524 TWh (terawatt-hora) foram negociados nos seus mercados. A empresa não opera em Portugal, mas tem mais de 360 ​​clientes de 20 países – entre os quais Reino Unido, França, Alemanha, Bélgica, Holanda, Áustria e Luxemburgo.

Ler mais

Recomendadas

Autoeuropa investe 103 milhões na modernização da fábrica de Palmela em 2020

“Investir na fábrica é investir nas nossas pessoas, na nossa região e no nosso país. Com a nova linha de corte nas prensas e a automatização do armazém de logística interna aceleramos o futuro”, refere a empresa do grupo Volkswagen.

Observatório de turismo do Algarve vai integrar rede mundial da OMT

O reconhecimento do observatório regional pela OMT acontecerá dia 23, na próxima quinta-feira, durante a FITUR, a feira de turismo de Madrid à qual o Algarve regressa este ano e onde se promoverá de 22 a 26 de janeiro.

Banco de Portugal adopta ‘energia verde’ nos seus edifícios

“A transição para a nova forma de consumo de energia deverá estar concluída ainda durante o primeiro trimestre deste ano. Com esta medida, o Banco tem como objetivo reduzir a sua pegada de carbono”, explica a instituição
Comentários