Dono da Louis Vuitton ultrapassa Bill Gates na lista dos mais ricos do mundo

Esta é a primeira vez, desde que o ranking da Bloomberg foi criado, há sete anos, que Bill Gates não surge nos dois primeiros lugares. Bernard Arnault conta agora com um património na ordem de 108 mil milhões de dólares, enquanto Bill Gates estabilizou em 107 mil milhões de dólares.

Bill Gates

O dono da marca de luxo Louis Vuitton ultrapassou o co-fundador da Microsoft na lista dos mais ricos do mundo. Bill Gates foi assim superado por Bernard Arnault no ranking elaborado pela Bloomberg.

De acordo com a publicação atualizada todos os dias, a fortuna do dono de marcas de luxo como Louis Vuitton, Moët&Chandon, Sephora e Givenchy aumentou em 39 mil milhões de dólares (53 mil milhões de euros).

Esta é a primeira vez, desde que o ranking da Bloomberg foi criado, há sete anos, que Bill Gates não surge nos dois primeiros lugares. Bernard Arnault conta agora com um património na ordem de 108 mil milhões de dólares (96,2 mil milhões de euros), enquanto Bill Gates estabilizou em 107 mil milhões de dólares (95,3 mil milhões de euros).

Jeff Bezos, fundador da Amazon, continua a liderar a lista das maiores fortunas mundiais e conta com um património de 125 mil milhões de dólares (111,3 mil milhões de euros).

No entanto, há figuras que não estão em concordância com a lista da Forbes. Michael Bloomberg, o criador da agência Bloomberg não surge na própria lista. Mark Zuckerberg, por sua vez, subiu quatro lugares na lista da Bloomberg. Francoise Bettencourt Meyers, dona da L’Oréal, subiu cinco lugares desde que a lista da Forbes foi divulgada, posicionando-se agora na 10ª posição.

Recomendadas

“Cartas da Rússia”

Esta semana, a sugestão de leitura da livraria Palavra de Viajante leva-nos pela Rússia de novecentos, era imperador Nicolau I, que não ficou para a História como um governante visionário. Finura na escrita e na análise. Boa viagem!

Financiamento da Comissão Europeia: das luvas eletrónicas aos estúdios de Hollywood

A Comissão Europeia anunciou no final do mês de junho a atribuição de 149 milhões de euros para financiar 83 PME e empresas em fase de arranque. Entre estas, contam-se várias empresas portuguesas.

“O Amigo do Deserto”

Sacerdote, teólogo, crítico literário e fundador do seminário espiritual Buscadores de la Montaña, Pablo d’Ors dá-nos a conhecer nesta obra um homem dedicado aos desertos, que neles busca o absoluto e o silêncio. Eis a sugestão de leitura desta semana da livraria Palavra de Viajante.
Comentários