Dow Jones cai mais de 100 pontos e põe Wall Street no ‘vermelho’

As ações da American International Group estiveram a subir no início da sessão, mas terminaram as negociações com um tombo de mais de 6%, para 50,93 dólares. P

Reuters

A Bolsa de Nova Iorque encerrou a sessão desta quinta-feira, dia 13 de fevereiro, em terreno negativo, depois de terem vindo a públicos mais casos de coronavírus. Os investidores receiam que o surto oriundo de Wuhan possa ter um impacto económico (mais) negativo na economia norte-americana e global.

A China confirmou hoje 15.152 novos casos da doença e mais 254 mortes, elevando o número total de mortes no país para 1.367. Segundo a informação divulgada pelo governo chinês, o número de pessoas infetadas aumentou para quase 60 mil. Os três principais índices norte-americanos fecharam, assim, no ‘vermelho’.

O industrial Dow Jones perdeu 128 pontos, tendo caído 0,43% para os 29.423,31 pontos; o financeiro S&P 500 perdeu 0,15%, para os 3.374,30 pontos e o tecnológico Nasdaq desceu 0,14%, para os 9.711,97           pontos. Já o Russel 2000 ficou marcado por uma valorização de 0,17%, para os 1.692,32 pontos.

Os títulos da tecnológica Cisco tombaram 5,23%, para os 47,32 dólares, depois de reportar que as suas receitas do segundo trimestre caíram 3,5% em termos homólogos. As ações da American International Group (AIG) estiveram a subir no início da sessão, mas terminaram as negociações com um tombo de mais de 6%, para 50,93 dólares. Por outro lado, a Applied Materials disparou 3,06%, para 67,37 dólares.

A fabricante automóvel liderada por Elon Musk disparou mais de 4%, para 804 dólares. “A Tesla anunciou que irá alienar até 2 mil milhões de dólares de ações, de forma fortalecer o seu balanço”, explicam os analistas do CaixaBank/BPI Research, numa nota de mercado publicada hoje.

O preço do petróleo recuperou das recentes quedas derivadas do novo surto chinês. A cotação do barril de Brent sobe 1,31%, para 56,52 dólares, enquanto a cotação do crude WTI avança 0,82%, para 51,59 dólares por barril. Quanto ao mercado cambial, o euro deprecia 0,30% face ao dólar (1,0838), enquanto a libra “valoriza” 0,66% perante a divisa dos Estados Unidos (1,3045).

Ler mais

Recomendadas

Bolsa de Lisboa acompanha Europa em alta. CTT sobem 4%

A Sonae sobe 2,16%, para 0,69 euros, depois de ontem ter anunciado a emissão de um empréstimo obrigacionista, por subscrição particular, de 160 milhões de euros. As principais praças europeias negoceiam igualmente em alta nesta que é a última sessão antes da Páscoa.

Trump anuncia que pico da Covid-19 está próxima e Wall Street anima no fecho da sessão

No fecho da sessão, o S&P 500 sobe 3,28%, para 2,746.63 pontos, o tecnológico Nasdaq valoriza 2,58%, para 2,746.63 pontos, e o industrial Dow Jones cresce 3,39%, para 23,422.66 pontos.

PSI-20 com ligeira subida depois de impasse do Eurogrupo em encontrar resposta para a Covid-19

O PSI-20 manteve-se praticamente inalterado, com uma ligeira subida de 0,05%, em contra-ciclo com a tendência de queda registada entre as principais bolsas europeias. Mota Engil, CTT, Semapa e BCP lideraram os ganhos em Portugal.
Comentários