Doze concelhos de cinco distritos do continente em risco máximo de incêndio

Doze concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam este domingo risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação do IPMA, estão sob este alerta os concelhos do Sabugal, na Guarda, Penamacor, em Castelo Branco, e do Sardoal, no distrito de Santarém.

Em risco máximo de incêndio estão também os concelhos do Gavião, Nisa e Marvão, no distrito de Portalegre, e Monchique, Silves, Tavira, São Brás de Alportel, Castro Marim e Alcoutim, no distrito de Faro.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou ainda vários concelhos de Faro, Beja, Portalegre, Lisboa, Santarém, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Aveiro, Bragança e Vila Real em risco muito elevado de incêndio.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral centro até meio da manhã.

O vento soprará fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, soprando por vezes forte (até 40 km/h) e com rajadas até 60 km/h, no litoral oeste e nas terras altas, em especial a partir da tarde.

As previsões apontam ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral centro e uma pequena subida da temperatura máxima no litoral norte e centro.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 31 graus Celsius em Lisboa, 28 na Guarda, 29 em Viana do Castelo, 30 em Bragança, 36 em Évora, 35 em Beja e 28 em Faro.

Ler mais
Recomendadas

Investidores, académicos e startups de impacto reúnem-se em Lisboa por um futuro mais sustentável

A capital portuguesa recebe entre 23 e 25 de abril de 2020 o evento “Planetiers World Gathering”, que pretende ser uma mostra de soluções sustentáveis em várias indústrias.

Ministro do Ambiente: “Temos de repensar a ciência económica quando a queremos em prol do bem estar”

Na apresentação do “Planetiers World Gathering”, João Pedro Matos Fernandes defendeu que os processos para atingir a metas de desenvolvimento sustentável da ONU têm que ter componentes de negócio.

Empresas discutem redução do uso do plástico

No centro da discussão da 5ª edição da ‘Empack and Transport & Logistics’ vão estar temas como a economia circular e a nova norma da União Europeia, relativa à abolição de embalagens plásticas descartáveis de uso único até 2030.
Comentários