Doze concelhos de cinco distritos do continente em risco máximo de incêndio

Doze concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam este domingo risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação do IPMA, estão sob este alerta os concelhos do Sabugal, na Guarda, Penamacor, em Castelo Branco, e do Sardoal, no distrito de Santarém.

Em risco máximo de incêndio estão também os concelhos do Gavião, Nisa e Marvão, no distrito de Portalegre, e Monchique, Silves, Tavira, São Brás de Alportel, Castro Marim e Alcoutim, no distrito de Faro.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou ainda vários concelhos de Faro, Beja, Portalegre, Lisboa, Santarém, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Aveiro, Bragança e Vila Real em risco muito elevado de incêndio.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral centro até meio da manhã.

O vento soprará fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, soprando por vezes forte (até 40 km/h) e com rajadas até 60 km/h, no litoral oeste e nas terras altas, em especial a partir da tarde.

As previsões apontam ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral centro e uma pequena subida da temperatura máxima no litoral norte e centro.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 31 graus Celsius em Lisboa, 28 na Guarda, 29 em Viana do Castelo, 30 em Bragança, 36 em Évora, 35 em Beja e 28 em Faro.

Ler mais
Recomendadas

Sem turistas, canais de Veneza estão mais limpos que nunca

Golfinhos, peixes e cisnes fazem agora parte dos canais de Veneza, que há várias décadas não viam a água tão transparente.

Covid-19: novas recomendações para a gestão de resíduos

Os sacos de lixo devem ser devidamente fechados e colocados dentro de um segundo saco, fechado, e depositado no contentor de resíduos indiferenciados”. Viaturas de recolha e contentores devem ser mais higienizadas. Caso se verifique uma taxa de absentismo que não permita a recolha adequada, e de forma seletiva de todas as frações de resíduos urbanos, preconiza-se a recolha conjunta da fração indiferenciada e da depositada seletivamente, garantindo sempre que a frequência de recolha de resíduos indiferenciados não é prejudicada.

Covid-19: Foram emitidas menos um milhão de toneladas de CO2 por dia

A Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou esta semana um relatório segundo o qual a procura global de petróleo deve contrair-se este ano pela primeira vez desde 2009, devido à Covid-19, sendo que estão em causa menos 90.000 barris de petróleo por dia em relação ao ano passado, não ultrapassando os 99,9 milhões de barris por dia.
Comentários