Doze concelhos de cinco distritos do continente em risco máximo de incêndio

Doze concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Faro apresentam este domingo risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a informação do IPMA, estão sob este alerta os concelhos do Sabugal, na Guarda, Penamacor, em Castelo Branco, e do Sardoal, no distrito de Santarém.

Em risco máximo de incêndio estão também os concelhos do Gavião, Nisa e Marvão, no distrito de Portalegre, e Monchique, Silves, Tavira, São Brás de Alportel, Castro Marim e Alcoutim, no distrito de Faro.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou ainda vários concelhos de Faro, Beja, Portalegre, Lisboa, Santarém, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Aveiro, Bragança e Vila Real em risco muito elevado de incêndio.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral centro até meio da manhã.

O vento soprará fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, soprando por vezes forte (até 40 km/h) e com rajadas até 60 km/h, no litoral oeste e nas terras altas, em especial a partir da tarde.

As previsões apontam ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral centro e uma pequena subida da temperatura máxima no litoral norte e centro.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 31 graus Celsius em Lisboa, 28 na Guarda, 29 em Viana do Castelo, 30 em Bragança, 36 em Évora, 35 em Beja e 28 em Faro.

Ler mais
Recomendadas

Greta Thunberg e dezenas de milhares de jovens paralisam Hamburgo

A jovem sueca liderou a enorme manifestação que paralisou o centro da cidade durante horas, levando um cartaz onde se lia “Salvar o clima, salvar Hamburgo”.

Quercus alerta para riscos de confetis e glitter no ambiente no dia de Carnaval

Os confetis de plástico e os glitter são as principais preocupações para associação ambientalista na noite de Carnaval. Quercus apela para que se opte por opções biodegradáveis ou feitas de papel.

5,3 mil milhões de euros. Portugal a meio da tabela europeia na cobrança de impostos ambientais

No total dos 27 Estados-membros registou-se um encaixe total de 324,6 mil milhões de euros com impostos ambientais, mais 3% face a 2017 e um valor que representa 2,4% do PIB.
Comentários