EAD prevê crescimento de 80% na Madeira em 2021

A EAD prevê vendas no valor de 100 mil euros na Madeira.

A EAD – Empresa de Arquivo de Documentação,  dedicada à gestão documental em regime de outsourcing em Portugal, e líder de mercado, prevê crescer 80% em vendas, para os 100 mil euros, na Madeira.

“Desafiante foi a palavra matriz no decorrer do ano de 2020, no entanto, com os desafios, surgem as oportunidades. Desta forma, tentámos ajudar os nossos clientes na região da Madeira a darem passos decisivos na transformação digital dos seus processos de negócio, ao apresentarmos soluções inovadoras de digitalização de correio e tratamento de faturas, conciliando eficiência com teletrabalho, de modo a estar à altura das expetativas dos mesmos”, disse Paulo Veiga, CEO da empresa.

A empresa refere que o Plano de Recuperação e Resiliência, alocado para a Madeira, terá disponível quatro milhões de euros, para apoio à digitalização das empresas e 114 milhões de euros para a transição digital, sublinhando que “a aposta recai no reforço da equipa comercial, sendo que o objetivo está fixado em atingir os 100 mil euros e, desta forma, aumentar as vendas em 80%. Em 2020, a companhia digitalizou mais de 94 mil imagens na região, prevendo digitalizar, em 2021, 500 mil páginas”.

A EAD há 12 anos que desenvolve a sua atividade no arquipélago da Madeira, contando já com 40 clientes na região autónoma. Tem um centro de operações localizado no Caniço, com uma área de 700 metros quadrados e capacidade para cerca de 100 mil pastas de arquivo.

Com a projeção de crescimento da empresa a EAD diz que pretende prosseguir “o seu objetivo de potenciar o desenvolvimento desta região autónoma e disponibilizar aos seus clientes, acionistas, fornecedores e parceiros um serviço de excelência, consolidando também as suas operações na Madeira”.

Relacionadas

PremiumEAD vai duplicar capacidade instalada na Madeira

CEO da empresa está disponível para colaborar na transição digital dos arquivos da administração regional, e sublinha que o investimento em curso deve dar robustez para tratar os arquivos regionais de uma forma global.
Recomendadas

Governo cair era a “melhor coisa que podia acontecer” ao país, afirma presidente do executivo da Madeira

O presidente do executivo madeirense salientou que “a melhor coisa que pode acontecer a Portugal, neste momento, é este Governo ser derrubado e desaparecer”.

Madeira tem menos quatro cêntimos na gasolina e menos dois no gasóleo a partir de segunda-feira

Esta redução do preço dos combustíveis na Região é provocada pela redução da taxa do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP).
Créditos: Francisco Correia

Madeira: Duas vivendas de luxo no valor de 4,1 milhões de euros pagas com criptomoedas

O comprador é um investidor que terá comprado a criptomoeda Cardano quando o valor estava a seis cêntimos, valor que entretanto subiu para os três dólares.
Comentários