Economia “não apresenta sinais mais negativos” do que no primeiro trimestre, diz ISEG

Na “Síntese Económica de Conjuntura”, os economistas do ISEG referem que a informação sobre a economia nacional no segundo trimestre “ainda é bastante escassa”, mas que não apresenta sinais mais negativos do que nos primeiros três meses do ano.

A informação ainda é escassa, mas os primeiros dados apontam que a economia nacional poderá manter no segundo trimestre a tendência dos primeiros três meses do ano, antecipam os analistas do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG), “Síntese de Conjuntura”, divulgada esta sexta-feira.

“Relativamente ao segundo trimestre a informação ainda é bastante escassa, mas não apresenta sinais mais negativos do que os observados no trimestre anterior”, referem os economistas da instituição.

O PIB nacional cresceu 1,8% em volume em termos homólogos e 0,5% face ao trimestre anterior no primeiro trimestre, impulsionado por um aumento do investimento. No entanto, o crescimento das exportações desacelerou.

Os economistas do ISEG referem ainda que “no domínio qualitativo, registou-se em abril uma certa estabilidade dos indicadores de clima e sentimento económico”, mas destacam que “a informação mais relevante teve a ver com o indicador de confiança dos consumidores que aumentou depois de vários meses a decrescer”.

“No domínio quantitativo, o consumo de cimento cresceu de forma relevante (assim como melhorou o indicador de confiança na construção), e o comércio automóvel de ligeiros de passageiros decresceu menos do que nos meses anteriores”, acrescentam.

No entanto, explicam que “vão ser necessários mais dados para definir o trimestre”, nomeadamente os dados relativos às exportações e importações de bens e serviços, “cujo saldo mais negativo no primeiro trimestre penalizou o crescimento”.

Ler mais

Recomendadas

“Já se demitiram?”. Ana Gomes reage aos ‘Luanda Leaks’ e pede afastamento de Carlos Costa

Ex-eurodeputada já reagiu à revelação dos ‘Luanda Leaks’ e pergunta se Carlos Costa e Fernando Teixeira dos Santos já se demitiram.

Site da APAF pirateado numa manifestação de apoio a Rui Pinto

O site da APAF, que entretanto já voltou à normalidade, surgia com uma configuração completamente diferente da habitual, já que era apresentada com uma foto de destaque de Rui Pinto.

PremiumPSD remete alterações ao OE para depois de eleições internas

Propostas dos sociais-democratas só dão entrada no Parlamento a partir da próxima semana. Direção de Rui Rio chama a si proposta de redução do IVA da eletricidade por ter “relevo político nacional”.
Comentários