Economia portuguesa cresce 1,8% no segundo trimestre

O PIB nacional aumentou 0,5% comparativamente ao primeiro trimestre e 1,8% em termos homólogos. O contributo da procura interna para a variação homóloga do PIB diminuiu, perante uma desaceleração das despesas de consumo final, bem como do investimento, segundo o INE.

José Sena Goulão/Lusa

A economia portuguesa cresceu 1,8% no segundo trimestre de 2019 e aumentou 0,5% comparativamente aos primeiros três meses deste ano, revelou esta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo a estimativa rápida do INE para as últimas Contas Nacionais Trimestrais, o contributo da procura interna para a variação homóloga do Produto Interno Bruto (PIB) nacional diminuiu, perante uma desaceleração das despesas de consumo final, bem como do investimento.

“Em sentido contrário, o contributo da procura externa líquida foi menos negativo que o observado no trimestre anterior, em resultado da maior desaceleração das Importações de bens e serviços que a observada nas exportações de bens e serviços”, pode ler-se no relatório divulgado esta manhã pelo INE.

O organismo de estatística português clarifica que o contributo da procura interna para a variação em cadeia do PIB foi negativo, depois de ter sido positivo entre janeiro e março. “Por sua vez, o contributo da procura externa líquida foi positivo, depois de ter sido negativo no trimestre precedente”, aponta o mesmo documento.

O valor previsto hoje pelo INE vai ao encontro do que esperavam os especialistas do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa (ISEG), que antecipavam que o PIB se mantivesse ao nível do registado no primeiro trimestre (1,8%).

“Os primeiros dados quantitativos relativos ao segundo trimestre sugerem um crescimento estável do consumo privado, um menor crescimento do investimento e um contributo negativo da procura externa líquida”, argumentaram esses analistasnuma nota divulgada no final de junho.

Na síntese de conjuntura de junho, o ISEG manteve a sua previsão para o crescimento da economia portuguesa para este ano (1,6% a 2%)

A previsão do Governo é de que o PIB cresça 1,9% este ano.

Notícia atualizada às 9h55

Ler mais

Recomendadas

Covid-19: Reino Unido regista 938 novos casos e nove mortes num dia

No total, foram confirmadas 305.623 infeções e 46.210 mortes no país desde o início da pandemia, de acordo com os dados oficiais do Ministério da Saúde, embora as agências de estatística britânicas tenham contado pelo menos 56.400 certidões em que a causa de morte está associada ao novo coronavírus.

Consumo de energia elétrica cai 4,3% até julho e atinge mínimos de 2005, anuncia REN

“O acumulado do ano regista agora uma variação negativa de 4,3% ou 5% com correção de temperatura e dias úteis, tratando-se, para este período, do consumo mais baixo desde 2005”, indicou, em comunicado, a REN.

Mercado automóvel em Portugal com quebra de 16,9% em julho

Já no diz respeito ao período de janeiro a julho de 2020, foram colocados em circulação 96.102 novos veículos, o que representou umadiminuição homóloga de 44,3%.
Comentários