PremiumEdisoft controla gestão informática dos aeroportos de Xangai

Portugal pode vir a ter 10 unidades dos novos navios com tecnologia da Edisoft para assegurar a vigilância de uma grande extensão do Atlântico

Aos quatro Navios Patrulha Oceânicos (NPO) construídos nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) – geridos pela sociedade WestSea -, podem vir a ser acrescidos mais seis, o que totalizará dez unidades de novos “patrulhas” destinados a substituir as antigas covetas da Marinha, que já somam 45 anos de atividade. Esta é a convição dos responsáveis da Edisoft, que fabrica a tecnologia incorporada nestes navios e que segue os mais modernos padrões utilizados pelo meio militar.

Até à data, estes esteleiros navais produziram quatro NPO da Classe Viana do Castelo, à cadência de uma unidade por ano – são os NPO com as designações de Sines, Figueira da Foz, Viana do Castelo e Setúbal – e a Lei de Programação Militar pode contemplar um investimento de mais 360 milhões de euros para este fim, o que permitirá construir mais seis NPO. Em consórcio com a sociedade WestSea, a Edisoft fabrica a tecnologia militar que permitirá cumprir as obrigações de patrulhamento da vasta zona oceânica do Atlântico que Portugal terá de assegurar.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

COTEC Portugal lamenta morte de João Vasconcelos, “o autor do futuro”

“Na memória da sua curta vida, João Vasconcelos é um autor do futuro, com contribuição inigualável para o progresso da inovação empresarial, o empreendedorismo e as políticas públicas”, diz a COTEC, liderada por Jorge Portugal.

CGD: BE questiona EY sobre créditos aprovados com base em “concorrência de mercado”, apesar de pareceres negativos

A responsável da auditoria da EY à gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) entre 2000 e 2015, Florbela Lima, revela que a auditora não avaliou “qualidade das decisões” como créditos aprovados com risco negativo. A resposta foi dada à deputada do BE, Mariana Mortágua, na comissão parlamentar de inquérito (CPI) à gestão da CGD, que arrancou nesta terça-feira, 26 de março, os trabalhos no Parlamento.

Licínio Pina espera que Governo devolva Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo este ano

O Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo tem um volume de 300 milhões mas só 200 milhões serão devolvidos à esfera da gestão da Caixa Agrícola.
Comentários