EDP coloca 850 milhões de dólares em ‘green bonds’, na primeira emissão em moeda norte-americana

A emissão de obrigações ‘verdes’, que obedecem a critérios ambientais, tem uma maturidade de sete anos, informou a empresa liderada de forma interina por Miguel Stilwell D’Andrade.

A EDP Energias de Portugal informou esta quinta-feira que emitiu 850 milhões de dólares em green bonds a sete anos, com um cupão de 1,71%, naquela foi a sexta colocação pela elétrica de dívida que obedece a critérios ambientais e a primeira com denominação em moeda norte-americana.

“Esta emissão destina-se ao financiamento ou refinanciamento, no todo ou em parte, do portfólio de projectos ‘green‘ elegíveis do Grupo EDP, que consiste em projectos renováveis – eólicos e solares – tal como definido no ‘Green Bond Framework‘ da EDP, disponível no website da empresa”, explicou a energética, em comunicado publicado no site da CMVM.

A dívida, emitida através da subsidiária EDP Finance BV, será admitida à negociação à Euronext Dublin, acrescentou.

Nesta transacção actuaram como “Joint-Bookrunners” o Barclays, BBVA, Citigroup, Credit Agricole CIB, Commerzbank, Deutsche Bank, HSBC, ING, Mizuho e MUFG, adiantou.

[Atualizada às 22h54]

 

Ler mais

Recomendadas

Bayer compra empresa de biotecnologia americana por 3,3 mil milhões de euros

A empresa alemã vai pagar metade da verba, enquanto a outra metade será paga de acordo com os objetivos atingidos pela Asklepios BioPharmaceutical, que aposta em terapias genéticas e tratamentos contra a doença de Parkinson e problemas cardíacos.

Allianz compra 75% da Galp Gás Natural Distribuição por 368 milhões

A operação ficou fechada por 368milhões de euros. A Galp Gás Natural Distribuição detém nove empresas regionais de distribuição de gás natural em Portugal.

Estudo de impacto ambiental dá ‘luz verde’ ao projeto de modernização do terminal de contentores de Alcântara

Em entrevista ao Jornal Económico, Diogo Marecos, administrador da Liscont, concessionária do terminal detida pelo grupo turco Yilport, garante que a empresa está pronta para avançar com este projeto no primeiro trimestre de 2021, cujo investimento, de 120 milhões de euros, será da sua exclusiva responsabilidade.
Comentários