EDP impulsiona PSI 20 que acompanha Europa em alta

O principal índice bolsista português ganha 0,46%, para 4.399,77 pontos, em linha com as principais praças europeias,

O principal índice bolsista português (PSI 20) ganha 0,46%, para 4.399,77 pontos, em linha com as principais praças europeias, prolongando os ganhos esta quarta-feira, devido à perspetiva de mais estímulos à economia nos Estados Unidos, mas também devido aos dados económicos da zona euro.

“No plano macroeconómico foi revelado que o PMI Serviços na zona euro se expandiu a um ritmo inferior ao esperado no mês de julho. Também as vendas a retalho na região demonstram um crescimento inferior ao aguardado pelos analistas no mês de junho”, comentou o Mtrader do Millennium BCP, Ramiro Loureiro.

O PMI Serviços subiu de 48,3 para 54,7, quando o valor preliminar apontava para 55,1. Já o PMI Composite subiu de 48,5 para 54,9, com os analistas a esperarem 54,8. Assim, a atividade terciária na zona euro expandiu de forma “mais branda” do que o esperado em julho, segundo Ramiro Loureiro.

Já as vendas a retalho na zona euro registaram um crescimento de 5,7% face ao mês de maio, “abaixo dos 6,1% antecipados pelo mercado”, enquanto em termos homólogos registou-se uma subida de 1,3% “inesperada, já que os analistas apontavam para uma queda de 0,2%”, segundo Ramiro Loureiro.

Os investidores europeus revelam-se também animados com a hipótese de um novo pacote de estímulos para a economia norte-americana. Na terça-feira, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou que um acordo entre o Partido Republicano e o Partido Democrata sobre novos estímulos  estava fechado.

Dos Estados Unidos chega também a informação de que Washington e Pequim poderão vir a rever os termos do acordo comercial este mês, depois de o presidente norte-americano, Donald Trump, ter anunciado que se a Microsoft não fechasse um acordo com a ByteDance para comprar a operação da Tik Tok nos EUA, a rede social chinesa seria banida do território norte-americano.

Na bolsa portuguesa, apenas os títulos da NOS desvalorizam no PSI 20. A impulsionar o principal índice nacional estão os ganhos da EDP (1,81%), Galp (0,65%), CTT (0,80%), BCP (0,39%).

Também as valorizações acima de 1% de Mota-Engil, Pharol e Semapa contribuem para a boa performance do PSI 20.

Ler mais

Recomendadas

Bolsas europeias em correção. BCP e Galp pressionam PSI-20

Praças europeias fecham em correcção esta terça-feira, com perdas. PSI-20 recuou 1,35%, pressionado pelo BCP e pela energia. Queda do Brent penalizou a Galp.

Investidores indecisos em Wall Street aguardam primeiro debate entre Biden e Trump

Em Wall Street, o industrial Dow Jones desce 0,29% para 27,505.21 pontos, o generalista S&P recua 0,04% para 3,350.06 pontos e o tecnológico Nasdaq ganha 0,07% para 11,125.46 pontos.

BCP e Altri continuam a manter PSI 20 no ‘vermelho’

Praça lisboeta está agora a cair 0,57%, para 4.064,71 pontos nesta terça-feira, seguindo a tendência das suas congéneres europeias.
Comentários