EDP inaugura centro de operações de parque eólico offshore Moray East na Escócia

Este centro de operações e manutenção agora inaugurado será responsável pela gestão diária de Moray East e a sua criação, além de impulsionar a estratégia de transição energética da EDP, contribui para o desenvolvimento da região, nomeadamente ao criar 100 novos postos de trabalho.

A EDP inaugurou hoje o centro de operações e manutenção do parque eólico offshore Moray East, localizado na Escócia e que passará a ser gerido através desta nova infraestrutura instalada no porto de Fraserburgh.

Este centro de operações e manutenção agora inaugurado será responsável pela gestão diária de Moray East e a sua criação, além de impulsionar a estratégia de transição energética da EDP, contribui para o desenvolvimento da região, nomeadamente ao criar 100 novos postos de trabalho.

Moray East, que entrou em operação em junho, “é um dos mais importantes ativos que a EDP controla no país, através da joint venture criada em 2019 com a Engie – a Ocean Winds”.

Com uma capacidade instalada de 950 MW (megawatts), o parque consegue gerar energia suficiente para evitar 1,4 milhões de toneladas de emissões de CO2.

Na cerimónia estiveram presentes o ministro da Energia escocês, Michael Matheson, e o presidente executivo da EDP, Miguel Stilwell d’Andrade.

 

Recomendadas

PremiumEugénio Rosa: “A substituição da administração do Banco Montepio é necessária”

“Sou totalmente contra uma administração que caia de paraquedas no Banco Montepio”, defende Eugénio Rosa, líder da lista C, candidata às eleição dos órgãos associativos do Montepio Geral.

PremiumPedro Corte-Real: “Há garantias do primeiro-ministro que o Montepio ia ser apoiado”

Pedro Corte-Real, que lidera a lista B para a presidência da Associação Mutualista Montepio Geral, defende que o Estado deve ajudar o Banco Montepio e diz que “esse apoio ainda não foi dado por falta de credibilidade das direções”.

Goldman Sachs quer aumentar diversidade étnica e de género nas cotadas do S&P 500 e do FTSE 100

A Goldman Sachs Asset Management diz que quer estar na vanguarda para impulsionar uma maior diversidade e inclusão nos conselhos de administração em todo o mundo.
Comentários