Elon Musk apresenta mega bateria para armazenar (muita) energia

Megapack surge da crença da Tesla de que transformar a rede elétrica global e “é um elemento cada vez mais importante da transição para a energia sustentável”.

A Tesla apresentou esta semana a sua maior bateria de sempre. Chamada “Megapack”, o novo produto tem 60% mais densidade de energia do que o anterior Powerpack e pretende simplificar o processo de instalação de grandes projetos que requerem um armazenamento energético superior à média.

Cada Megapack consegue armazenar até 3 Megawatts/hora de energia e converter até 1,5 Megawatts de energia de uma corrente contínua para uma corrente alternada para que as casas as possam utilizar. Segundo a empresa liderada por Elon Musk, um sistema de Megapacks é mais económico, tem um processo de instalação mais rápido e pode armazenar energia gerada por turbinas eólicas ou painéis solares.

Apesar de a Tesla ter uma nova “jóia da coroa” das baterias, a multinacional norte-americana não esquece as façanhas da antecessora Powerpack. “Há menos de dois anos, a Tesla construiu e instalou a maior bateria de iões de lítio do mundo em Hornsdale, na Austrália, usando as baterias Powerpack. Desde então, a instalação poupou quase 40 milhões de dólares [cerca de 36 milhões de euros) só no primeiro ano e ajudou a estabilizar e equilibrar a rede não-fiável da região”, assegura a empresa, numa publicação no blogue oficial.

A Tesla acredita que o armazenamento de baterias está a transformar a rede elétrica global e é um elemento cada vez mais importante da transição para a energia sustentável, daí ter avançado com a bateria que permite responder a projetos de grande escala que implicam um armazenamento de bateria massivo, como o parque eólico de Hornsdale.

O novo produto pode ser uma forma de a fabricante de automóveis tornar a produção mais eficiente, três semanas depois de ter anunciado que iria aumentar a produção de veículos na em Freemont, na Califórnia, – onde a empresa faz a montagem dos veículos – por causa de ter batido um recorde de vendas no segundo trimestre de 2019.

As ações da Tesla estão esta terça-feira à tarde a subir 1,47%, para 239,16 dólares na Bolsa de Nova Iorque.

Ler mais
Recomendadas

Danos reputacionais podem ser resolvidos pelo CIMPAS desde 1 de junho

Resolver litígios nos seguros em três meses é o objetivo do CIMPAS, o centro de arbitragem de seguros. Rute Santos, a diretora geral do organismo afirma que 70% dos conflitos ficam resolvidos. Os danos reputacionais podem ser alvo de reclamação no CIMPAS.

Negócio da nuvem cresce até 50% nas empresas de software

Empresários e gestores ligados às Tecnologias de Informação afirmam que já não há impedimentos à migração para ‘cloud’, tanto orçamentais, como de segurança.

PremiumFlixbus, a “Uber dos autocarros”, já tem 140 mil clientes em Portugal

A empresa só entrou em Portugal em 2017, mas já liga por autocarro mais de 20 cidades nacionais a mais de 50 destinos externos. Pablo Pastega quer a abertura do mercado de ‘Expressos’.
Comentários