Elon Musk destrona Jeff Bezos e torna-se no homem mais rico do mundo

Com uma diferença de 1,5 mil milhões de dólares, o dono da Tesla e da Space X rouba o lugar do CEO da Amazon como o homem mais rico do mundo. Ações da Tesla dispararam mais de 6%.

3. Elon Musk

O dono da Tesla e da SpaceX, Elon Musk ultrapassou o Jeff Bezos como homem mais rico do mundo. O sucedido aconteceu esta tarde (10h50 da manhã em Nova Iorque) momentos depois da abertura da sessão desta quinta-feira, em na bolsa de Wall Street.

Assim, de acordo com a “Bloomberg”, a fortuna do multimilionário sul-africano assenta nos 188,5 mil milhões dólares (153,75 mil milhões de euros), mais 1,5 mil milhões de dólares (cerca de 1,22 mil milhões de euros) do que a fortuna do dono da Amazon. Como CEO da SpaceX, Musk também é rival de Bezos, dono da Blue Origin LLC, na corrida espacial privada.

Em reação, na rede social Twitter, Elon Musk desvalorizou esta ultrapassagem, caracterizando-a como “estranha”, dizendo logo de seguida: “Vamos voltar ao trabalho”.

As ações da empresa automóvel estão a subir mais de 6% para 803.52 dólares no Nasdaq, impulsionando o índice em Wall Street em mais de 2,20% para 12,905.09 pontos.

Este marco sucede os últimos 12 meses para Musk. No ano passado, seu património líquido disparou em mais de 150 mil milhões de dólares (cerca de 122,26 mil milhões de dólares), tratando-se, possivelmente, do crescimento mais rápido de riqueza da história.

Alimentando a sua ascensão foi uma recuperação sem precedentes no preço das ações da Tesla, que subiram 787% no ano passado devido a lucros consistentes, a inclusão no Índice S&P 500 e o entusiasmo de Wall Street e investidores do sector do retalho, o que fez com que a gigante atingisse uma valorização superior a 669 mil milhões de dólares (mais de 551 mil milhões de euros).

Em 2020, a Tesla foi a empresa que mais valorizou, depois de ter produzido cerca de 500 mil caros no mesmo período, uma fração daquilo que a concorrência como a Toyota ou a Volkswagen produziram.

Recomendadas

5G: Nowo já pediu estabelecimento de acordos de ‘roaming’

De acordo com o regulamento, os operadores vão ter de chegar a acordo entre eles e têm 45 dias para o fazer, caso tal não aconteça podem recorrer à Anacom para arbitrar o processo.

Grupo FNAC investe 300 mil euros e abre primeira loja de bem-estar e sustentabilidade em Portugal

A insígnia abrange aromaterapia, chás e infusões, entre outros. “Pretende inspirar a fazer essa mudança. Traz consigo o propósito de criar um mundo melhor, apelando a um modo de vida mais consciente, mais próximo da natureza, com foco no bem-estar e no respeito pelo planeta”, garante ao JE o diretor geral, Nuno Luz.

CEO da Apple assinou “acordo secreto” de 275 mil milhões de dólares com oficiais chineses para continuar a operar no país

Em 2016, os executivos da Apple ficaram alarmados com as ameaças do governo chinês contra recursos como Apple Pay, iCloud e App Store, o que levou Cook a realizar uma série de reuniões secretas com autoridades de Pequim.
Comentários