Embaixador dos Estados Unidos revela que Trump vai chumbar a OPA chinesa sobre a EDP

O diplomata escolhido por Donald Trump para Portugal avisa que a operação vai ser chumbada nos Estados Unidos. Se os chineses insistirem, George Glass avisa que o regulador para o investimento estrangeiro “tem o poder” para desmantelar a EDP nos EUA.

A oferta pública de aquisição (OPA) da China Three Gorges (CTG) sobre a EDP vai ser chumbada nos Estados Unidos da América. Donald Trump vai chumbar a operação em solo norte-americano.

George Glass revelou ao Jornal Económico que não existem condições para a operação ser aprovada nos Estados Unidos, pois é uma questão de segurança nacional.

“A EDP controla 80% da energia elétrica em Portugal. Do ponto de vista dos Estados Unidos, do ponto de vista de negócios, como do meu ponto de vista pessoal, não deve haver uma entidade estrangeira a deter a vossa energia elétrica. Deve ser controlada pela Nação ou pelos privados sob regulação nacional. Não é o caso do que está a ocorrer com a EDP”, começou por dizer o embaixador escolhido por Donald Trump para Portugal.

Esta notícia pode ser lida na edição desta semana do Jornal Económico (acesso pago).

“Por isso, opomo-nos absolutamente a esse negócio. Ora, a EDP está localizada nos Estados Unidos. Em nenhuma circunstância os chineses vão controlar o que a EDP tem nos Estados Unidos, o terceiro maior produtor de energia renovável”, garantiu o diplomata norte-americano sediado em Lisboa.

George Glass foi mesmo mais longe. Se a CTG quiser avançar depois deste aviso, a administração Trump, através do regulador para o investimento estrangeiro, tem poder para desmantelar a EDP nos Estados Unidos.

“Se a China Three Gorges insistir em continuar, o CFIUS [Committee on Foreign Investments in United States] tem o poder para impor essa venda”, declarou o diplomata.

Ler mais
Relacionadas

PremiumEmbaixador dos Estados Unidos revela que Trump vai bloquear OPA chinesa à EDP

Diplomata enviado por Trump a Lisboa diz que por motivos de segurança nacional os EUA_“opõem-se absolutamente” à tentativa da China Three Gorges de comprar os ativos norte-americanos da EDP.
Recomendadas

Pensão de Horta-Osório gera polémica interna no Lloyds

O gestor português é acusado de ter benefícios muito acima do que a instituição pratica para a generalidade dos seus funcionários. A polémica pode ‘resvalar’ para a assembleia geral de maio próximo.

Standard & Poor’s volta a subir rating do Banco BPI

Agência destaca a sólida posição do BPI no negócio de banca comercial em Portugal e uma qualidade dos ativos melhor do que os competidores domésticos.

Deutsche Bank terá emprestado 2 mil milhões de dólares a Donald Trump durante 20 anos

Antes de ser eleito, foram concedidos pelo banco alemão empréstimos no valor 2 mil milhões de dólares a Donald Trump. O relatório do ”New York Times” avança que estas cedências foram feitas num espaço de duas décadas.
Comentários